NOTÍCIAS
27/06/2014 14:14 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:46 -02

Bolsonaro, Feliciano e Dr. Rey: reunião da ‘diversidade' dá ao Brasil essência da direita em convenção do PSC (VÍDEO)

Você sabia que Jair Bolsonaro, Marco Feliciano e o Dr. Rey são bons amigos? Pois é. Os dois primeiros que já formam uma boa dupla – pelo menos se você aprecia a direita brasileira – no Congresso Nacional podem ganhar a companhia do cirurgião plástico Robert Rey. A candidatura do excêntrico doutor foi oficializada na convenção do PSC (Partido Social Cristão), realizada no último dia 14.

Como não poderia deixar de ser, o Dr. Rey teve que registrar um selfie de um encontro tão curioso.

Nesta semana, o jornal Folha de S. Paulo aprofundou um pouco mais o que foi essa animada reunião de membros da direita nacional, divulgando um vídeo que a publicação produziu, conversando com Bolsonaro, Feliciano e o próprio Dr. Rey.

“Pena de morte, trabalho forçado, planejamento familiar...”, diz Bolsonaro no vídeo da Folha. Tudo integra o próprio projeto do deputado federal do PP em ser candidato à Presidência – não por acaso, dias depois ele participaria de parte do tumulto durante a convenção nacional do seu próprio partido.

“Roubou uma bicicleta, 10 anos, matou a menina, 20 anos. Terceiro, peidou na praça, cadeia para sempre”, afirmou Dr. Rey, mostrando um pouco do que pensa no que diz respeito a penas para infrações cometidas no Brasil – muito embora “peidar” não seja crime previsto no Código Penal.

Há ainda espaço para quem diga que “homossexual pode deixar de ser quando quiser” – conteúdo proposto pelo Pastor Everaldo, candidato do PSC à Presidência da República – e que a presidente Dilma Rousseff, se quiser se casar novamente, “que case com Fidel Castro”, sugestão essa vinda de ninguém menos do que Jair Bolsonaro.

Concorde ou não com as posições acima, vale assistir ao vídeo. Para confirmar os seus próprios sentimentos (se você se identifica com a direita), ou rir (aos demais posicionamentos políticos).