COMPORTAMENTO
22/06/2014 12:36 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:45 -02

5 hábitos da meia-idade que você não pode mais se dar ao luxo de adiar

wikimedia.commons

Entre seu chefe exigente, as despesas que seus filhos lhe dão, seus pais que sempre querem atenção e sua mulher ou seu marido amada(o) (na maior parte do tempo), não surpreende que você acabe esquecendo de você mesmo na meia-idade, como acontece com a maioria de nós. Seus sonhos, seus hobbies e até mesmo sua higiene pessoal acabam caindo para algum lugar lá embaixo em sua lista sempre crescente de prioridades.

A gente entende que você esteja ocupado, mas há alguns hábitos que simplesmente são importantes demais para que possam ser adiados por mais tempo.

1. Cuidar dos dedos dos pés.

Isso não se aplica apenas ao verão, a temporada de usar sandálias. E, caras, não estamos falando apenas com as mulheres. Ninguém quer ver suas unhas do pé sem cortar nem seus calcanhares rachados. Mas a dificuldade em dobrar-se para alcançar os dedos do pé, ou até mesmo de enxergá-los (isso é constrangedor...) à medida que envelhecemos faz com que esses heróis esquecidos raramente recebam a atenção cuidadosa que merecem, apesar de nos carregarem por milhares de passos todos os dias.

Ir ao pedicure é bom por muito mais razões que apenas ter unhas bonitinhas. A exfoliação ajuda a remover as camadas de pele mortas, resultando em pés mais lisos, macios, com aparência mais jovem. Nossa parte favorita é a massagem, que é a maneira perfeita de desestressar e literalmente pôr os pés para cima (sem falar que aquelas cadeiras de massagem também são legais). O bônus adicional é que fazer o pé pode ajudar a prevenir um dos indícios mais óbvios do envelhecimento: as varizes. Com a idade, as veias perdem a resiliência, ficam esticadas e enfraquecidas, manifestando-se como aquelas veias inchadas e feias em nossas coxas, panturrilhas e até nos pés. Elevar as pernas e fazer o sangue circular um pouco melhor pode ajudar a prevenir varizes ou pelo menos ajudar a desacelerar seu surgimento.

2. Usar o fio dental com afinco.

Você escova os dentes duas vezes por dia e até faz gargarejo com um produto de higiene bucal, mas seu fio dental fica esquecido, acumulando pó, no fundo do armário do banheiro. Talvez você pense que passar fio dental é opcional, mas alguns dentistas dizem que é essencial. “Se você estivesse preso numa ilha deserta e um barco só pudesse lhe trazer uma coisa, você iria querer que lhe trouxesse fio dental”, disse ao WebMD o dentista Samuel B. Low, ex-presidente da Academia Americana de Periodontia.

Além de remover irritantes partículas de alimentos de seus dentes, o uso do fio dental traz muitos outros benefícios. Pode ajudá-lo a conservar seus dentes por mais tempo, a prevenir a gengivite, ajuda a prevenir a boca seca e as cáries. Especula-se que o uso do fio dental pode até ajudar a prevenir doenças cardíacas. Relatos já comprovaram que as pessoas com algum tipo de doença periodontal têm duas vezes mais chances de ter doenças do coração.

3. Fazer do protetor solar seu novo melhor amigo.

Você pode ter se acostumado a conviver com temperaturas abaixo de zero e a usar seu casacão de inverno na primavera, mas agora o verão chegou, e isso significa sol, areia e rugas. É isso mesmo: de acordo com um estudo de referência de 2013, até 80% das rugas, pés de galinha e manchas de idade se devem à exposição aos raios UV.

Se você passou a juventude usando bronzeador na praia ou deitado em câmaras de bronzeamento, é bem possível que esteja sentindo os efeitos agora. Os raios UV são responsáveis pelo rompimento da elastina de nossa pele –as fibras que dão resiliência e elasticidade à pele. É isso que faz surgir as rugas, as linhas finas e leva a pele a perder a firmeza.

Portanto, na próxima vez em que sair de casa, não deixe de primeiro proteger-se do envelhecimento e dos cânceres de pele.

Um estudo comprovou que basta usar um protetor solar de fator 15 para reduzir o envelhecimento em um quarto, comparado a não usar protetor solar. Se os protetores solares espessos, gordurosos e de cheiro forte não o agradam, saiba que hoje existem muitos hidratantes faciais e loções corporais com níveis diversos de proteção solar.

4. Apertar o cinto. De verdade.

Todos nós já vimos os anúncios de serviço público sobre não enviar SMS na direção de um veículo, algo que é um problema sério. Mas milhões de nós não fechamos o cinto de segurança a não ser que vejamos uma viatura policial se aproximando. De acordo com os Centros de Controle de Doenças dos EUA, mais de 2 milhões de adultos por ano vão parar no hospital devido a acidentes de carro. O cinto de segurança possui o poder de reduzir em até 50% a incidência de mortes e ferimentos provocados por acidentes de carro. É uma porcentagem enorme.

Além disso, agora que muitos de nós temos filhos adolescentes andando de carro sozinhos, não seria bom dar um exemplo correto a eles? Você quer que seus filhos usem o cinto de segurança, não quer?

5. Tome o café da manhã. Todo dia.

Não, um latte macchiato grande (e um punhado de M&Ms que você pegou na recepção da empresa) não vale como “café da manhã”. Você pode ter se virado bem com uma dieta muito menos balanceada quando era mais jovem, mas não existe melhor hora que agora para tratar bem seu corpo e reduzir um pouco essa cinturinha.

O simples fato de reservar dez minutos a mais por dia para consumir um iogurte com granola ou um pouco de aveia com frutas pode render muitos benefícios que se prolongam pelo dia inteiro, e mais um pouco. As pessoas que fazem um bom desjejum tendem a ter concentração melhor, colesterol mais baixo e até pesar menos. Já sabemos que nosso metabolismo não é mais o que era –mas não se iluda, pensando que deixar de tomar o café da manhã lhe permitirá poupar calorias que você poderá consumir mais tarde. Os médicos dizem que pular o café da manhã pode na realidade fazer você comer demais mais tarde e beliscar ao longo do dia, algo que, com o passar do tempo, leva ao acúmulo de quilos. O café da manhã desperta seu metabolismo, que passou várias horas jejuando depois do jantar e enquanto você dormia, e com isso você terá mais energia e mais benefícios de queima de gordura ao longo do dia. Na verdade, um estudo da organização National Weight Control Registry indicou que quase 80% das pessoas que perderam peso e mantiveram a perda disseram que faziam um bom café da manhã diariamente.