NOTÍCIAS
13/06/2014 19:07 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Erros de arbitragem na Copa: Fifa pede respeito aos árbitros. E o respeito ao torcedor?

Reuters

Os erros de arbitragem de hoje, que prejudicaram o México e a Holanda, provam que o futebol precisa mudar para não perder a credibilidade. De nada adiantam as declarações do chefe dos juízes da Fifa, Massimo Busacca, em defesa do japonês Yuichi Nishimura, e o depoimento do centro-avante brasileiro Fred, insistindo que foi derrubado. O técnico da Croácia disse que, com arbitragens como a do jogo de abertura, este Mundial corria o risco de se tornar um circo. Na verdade, está mais parecendo uma encenação na Broadway.

E o teatro acontece dentro e fora de campo. Hoje, enquanto o centro-avante brasileiro Fred gravava seu vídeo tentando provar que o juiz japonês não errou no pênalti contra a Croácia, dois gols eram surrupiados do México pelo árbitro colombiano Wilmar Roldan. Um pouco mais tarde, Diego Costa cavou outro pênalti, prejudicando a Holanda. Sorte que a laranja mecânica soube dar um troco histórico depois. Quem é o melhor ator da Copa 2014: Fred ou Diego Costa?

O responsável pela arbitragem da Fifa pede respeito com os juízes. "Temos que acreditar na honestidade dos árbitros. Não é possível pensar que eles decidam algo porque os orientaram para agir assim. Isso é fantasia. As críticas são normais. Mas é preciso respeito", disse Massimo Busacca. Mas a antiga resistência da Fifa em adotar coisas já comuns em outros esportes, como o recurso a simples câmeras de vídeo em pleno século 21, soa no mínimo estranha.

Fred gravou um vídeo que foi distribuído pela própria CBF. "Foi pênalti claro. Não sou jogador de ficar caindo. Recebi uma carga no ombro quando estava girando para a esquerda e perdi o alcance da bola. Contra a Sérvia recebi a carga, vi que alcançaria a bola, continuei e marquei. Dessa vez perdi o alcance. Pênalti claro", disse o centro-avante brasileiro.

Galeria de Fotos Lances polêmicos da Copa 2014 Veja Fotos