NOTÍCIAS
27/05/2014 16:32 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

Joana Havelange compartilha frase polêmica contra a Copa: "O que tinha que ser roubado já foi"

Julian Finley/Fifa

Filha do ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira e neta de João Havelange, Joana Havelange lançou polêmica e ironia em uma postagem nas redes sociais nesta terça-feira (27). Diretora do Comitê Organizador (COL) da Copa do Mundo no Brasil, ela publicou uma mensagem que criticava os protestos que acontecem por todo o País e sentenciava: “o que tinha que ser roubado já foi”. O que poucos sabiam é que o texto não é dela, mas sim de um jornalista de Recife.

“Não apoio, não compartilho e não vestirei preto em dia nenhum de jogo do Mundial. Quero que a Copa aconteça da melhor forma. Não vou torcer contra, até porque o que tinha que ser gasto, roubado, já foi. Se fosse para protestar, que tivesse sido feito antes. Eu quero mais é que quem chegue de fora, veja um Brasil que sabe receber, que sabe ser gentil. Quero que quem chegue, queira voltar. Quero ver um Brasil lindo. Meu protesto contra a Copa será nas eleições. Outra coisa, destruir o que temos hoje, não mudará o que será feito amanhã”, dizia a mensagem postada pela executiva, neta do ex-presidente da Fifa João Havelange.

Contudo, o jornalista e profissional de marketing Thiago Falcão é o autor da íntegra do texto. Em entrevista ao jornal O Globo, ele disse que a postagem é do dia 19 de maio e reclamou da falta de crédito na citação, que teria sido compartihada anteriormente por personalidades como Ísis Valverde e Adriane Galisteu.

Coincidência ou não, a postagem da filha de Teixeira vem um dia depois do que disse o presidente da Federação Paulista de Futebol – e provável futuro presidente da CBF –, Marco Polo Del Nero. Ele criticou o protesto de professores na ida da seleção brasileira para a Granja Comary, em Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, onde o time de Felipão fará a sua preparação para a Copa.

Que venham os próximos capítulos até a bola rolar no Mundial, em 15 dias.

ATUALIZAÇÃO ÀS 18h20: anteriormente, a matéria apontava que as declarações postadas por Joana Havelange seriam dela, quando na verdade pertencem ao jornalista pernambucano Thiago Falcão.