NOTÍCIAS
27/05/2014 10:12 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

As 7 cidades mais confusas do mundo

Às vezes você precisa simplesmente guardar seu mapa e se perder.

Perder-se numa cidade desconhecida é uma coisa que mete medo em todos nós, mas também pode ser a melhor maneira de explorar e descobrir coisas que você nunca teria chegado a ver se tivesse seguido apenas as indicações do guia da locais.

Estas sete cidades têm layout confuso que pode deixar mesmo os mais experientes viajantes desorientados. Dê uma olhada.

Boston

O layout de Boston remete aos primórdios da América, o que a torna uma cidade incrivelmente charmosa e totalmente embaralhada. A maioria de suas ruas tortuosas não segue nenhuma grade organizada, confundindo pedestres tanto quanto motoristas.

Veneza

Canais, pontes, ruas estreitas e curvas, becos sem saída... Veneza é a mãe das cidades confusas. Afaste-se das áreas turísticas, absorve a beleza e deixe-se guiar pelo labirinto das ruas. Você pode acabar descobrindo um cantinho da cidade que talvez nunca teria encontrado.

Washington

Washington pode seguir um layout quadrangular, mas mesmo assim não é fácil orientar-se na cidade. Os nomes das ruas podem ser números, letras ou nomes de Estados, e as intersecções entre elas são bizarras. Rotatórias e ruas de mão única dificultam a vida de motoristas e ciclistas, enquanto os pedestres podem facilmente se confundir com algumas características esdrúxulas das ruas, como o fato de que não existe rua “J” e que a rua “I” e “Eye” são a mesma coisa.

Tóquio

Tóquio pode ser tremendamente desorientadora. O ritmo agitado da cidade, sua iluminação tremeluzente e as vistas fascinantes fazem com que seja muito difícil você não se desviar do trajeto programado. E, se isso acontecer, não será tão ruim, pois saindo do caminho batido você terá a chance de conhecer todo um outro lado de Tóquio. O sistema de endereços japonês é singular, e não é fácil entender como funciona; logo, são grandes as chances de você se perder, mesmo que tenha um lugar definido para onde ir.

Marrakech

Marrakech é um labirinto lotado de ruelas antigas, feiras espantosas e lugares com coisas exóticas de todo o tipo (alguém quer ver um encantador de serpentes?). A Medina de Marrakech é um labirinto de ruas e vielas, e perambular livremente por elas é a melhor maneira de absorver o ambiente da cidade e admirar sua arte e arquitetura singulares.

Amsterdã

Amsterdã é linda, mas, como Veneza, seu layout centrado nos canais pode deixar o visitante bastante perplexo... E isso não é ruim. Andar ao longo dos canais, a pé ou de bicicleta, sem destino certo em vista, é a maneira perfeita de topar com alguns dos recantos singulares da cidade.

Ho Chi Minh

Ho Chi Minh, a maior cidade do Vietnã, é um verdadeiro “enigma”. É agitada, acelerada e cheia de maravilhas escondidas. Ela é muito conhecida por suas muitas vielas; as pessoas que não as conhecem podem encontrar muita dificuldade em orientar-se nelas.