COMPORTAMENTO
11/05/2014 10:47 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

Modelo com vitiligo conquista o mundo da moda e dá lição de autoaceitação (FOTOS)

Reprodução Instagram Winnie Harlow

Guarde bem esse nome: Chantelle Brown-Young. Ou melhor, Winnie Harlow. Esta modelo canadense de apenas 19 anos acaba de conquistar o mundo da moda e é a prova de que contra certos preconceitos a autoaceitação é poderosa.

Aos quatro anos de idade, ela foi diagnosticada com vitiligo, uma doença que provoca a morte das células responsáveis pela pigmentação da pele, os melanócitos. Na escola, sofreu bullying por conta das manchas brancas, que começavam a se espalhar pela pele negra, assim como aconteceu com Michael Jackson. "À medida que fui crescendo foi ficando mais complicado. Quanto mais velhas são as crianças, mais cruéis se tornam. Sofri muito quando me chamavam de zebra e vaca", disse em entrevista ao Thosegirlsarewild. Mas nada a impediu de correr atrás do sonho de se tornar modelo, que foi concretizado tempos depois na Califórnia.

Winnie é hoje a candidata mais popular da nova temporada do programa “America’s Next Top Model” e se define como a “modelo porta-voz do vitiligo”. E a exposição lhe rendeu um contrato com a SHOWstudio, uma produtora premiada que faz vídeos de moda. Ela é a prova de que a beleza está sempre presente, independente de qualquer imperfeição, e que tudo é mais simples do que parece. “As pessoas precisam entender que não existe nada de diferente em relação a nós [pessoas com vitiligo]. Tem gente que têm a pele negra e tem gente que tem a pele branca. Eu simplesmente tenho as duas”, disse.

Recentemente, ela foi convidada a voltar a sua antiga escola para participar de uma conversa motivacional com os estudantes, focada no preconceito que sofreu anos atrás. Para aqueles que lutam para serem aceitos do jeito que são, ela disse: “Eu passei a me amar. Com isso, as oportunidades começam a cair no meu colo. Eu agradeço a Deus por todas elas. Tente amar a si mesmo".