14 destinos brasileiros para fugir da Copa (FOTOS)

Vamos fugir? A Copa do Mundo ainda nem começou, mas se você está mais interessado em escapar da correria do evento esportivo do que em acompanhar as partidas de futebol em si, nós temos a solução. Para quem pretende aproveitar os meses de junho e julho sem sair do país, a equipe do Brasil Post em parceria com a CVC preparou uma lista de 14 destinos turísticos para os mais variados públicos.

São praias, parques, ilhas e diversas atrações para quem busca aventura, diversão, aconchego ou quer simplesmente relaxar. Destinos localizados em estados que não contam com as cidades sede da copa, ou que possuem aeroportos alternativos para os viajantes. É hora de pendurar a chuteira, calçar as sandálias e viajar.

Arraial d'Ajuda (Bahia)
carlosoliveirareis/Flickr
Quer viajar para a Bahia e ainda assim ficar longe da capital Salvador, uma das cidades-sede da Copa do Mundo 2014? Ora, a dica é buscar por praias e atrações turísticas que se concentram ao sul do estado. Quem chega pelo aeroporto de Porto Seguro pode buscar refúgio no ambiente acolhedor de Arraial d'Ajuda, um distrito próximo. Cercado pela vegetação e boas praias, o vilarejo sustenta desde parques aquáticos para as crianças, como praias silenciosas para quem pretende apenas relaxar. Vamos fugir?
Barra Grande (Piauí)
deltafrut/Flickr
Culinária riquíssima, um destino para os praticantes de Kite Surf e muitos, mas muitos cenários para surpreender o visitante, assim é Barra Grande, no pouco visitado Piauí. Naturalmente tranquilo, o município é rodeado por boas opções de pousadas e atrações aos turistas, que podem tanto aproveitar as diferentes praias que cercam o município, como atravessar os bancos de areia no meio do mar e até procurar pelos passeios de bugue que exploram a região. Vamos fugir?
Barra de São Miguel (Alagoas)
deltafrut/Flickr
Embora parte da região metropolitana de Maceió, capital do Alagoas, o município de Barra de São Miguel é um pequeno refúgio. Com uma área de quase 80 mil km² e aproximadamente 7.000 habitantes, a cidade é perfeita para quem pretende escapar do inverno brasileiro ou mesmo se esquivar da correria da Copa. Protegida por uma imensa faixa de recifes, a praia se transforma em uma imensa piscina natural, concentrando pontos para aqueles que buscam por agito e diversão, como áreas silenciosas e de pleno relaxamento. Vamos fugir?
Bonito (Mato Grosso do Sul)
A. Duarte/Flickr
Você só precisa de um passeio pela Gruta do Lago Azul para entender de onde vem o nome da cidade de Bonito, em Mato Grosso do Sul. Com águas cristalinas, a gruta é apenas uma pequena representação da variedade de opções que definem o cenário turístico de toda a região, situada no meio do Pantanal. Do passeio de bote pelo Rio Formoso, ao mergulho em ambientes como a Lagoa Misteriosa ou o Rio da Prata, opções não vão faltar ao visitante que busca estar em contato com a natureza durante todo o tempo. Vamos fugir?
Fernando de Noronha (Pernambuco)
whl.travel/Flickr
Composto por 21 ilhas e separado do continente por mais de 500 km de mar, o arquipélago de Fernando de Noronha é um retorno ao litoral brasileiro de 30 anos atrás. Lá você verá siris correndo aos montes pela praia, estrelas-do-mar e conchas. Basta colocar máscara de mergulho, snorkel e afundar a cabeça na água ali mesmo, pertinho da praia para ver cardumes de peixes de vários tamanhos, além de tartarugas. Golfinhos cercam os barcos durante os passeios e o mergulho submarino é o melhor do país, com tubarões, polvos, arraias e enguias. As praias também são incríveis, como a do Sancho, recentemente eleita a melhor do mundo. Sem falar no surfe, que tem o seu auge em janeiro. Imperdível. Este é o único lugar da lista que você precisa passar por um aeroporto de cidade da copa, mas são poucas horas e o "transtorno" vale a pena. Vamos fugir?
Ilha do Marajó (Pará)
Fernando Stankuns/Flickr
Diferentes cenários concentrados em uma só região, assim é a Ilha de Marajó, a maior ilha fluviomarinha do mundo. Localizada na foz do rio Amazonas, é lá que acontece a famosa pororoca, o emocionante encontro do imenso rio com o Oceano Atlântico. A três horas de barco de Belém, o imenso território tem praias de água doce e salgada, floresta densa e antigas fazendas, onde é possível se hospedar. Perfeita para quem busca por aventura, a região possibilita observação de pássaros exóticos, pesca de peixes amazônicos e passeio de búfalo, uma das atrações mais procuradas pelos visitantes. Vamos fugir?
Itaúnas (Espírito Santo)
Wikimedia Commons
Não faltam destinos e cenários acolhedores ao turista que visita o Estado do Espírito Santo, porém, quem busca por um ambiente pacato e ainda assim rico em atrações deve procurar o distrito de Itaúnas. Parte do município de Conceição da Barra, a região é cercada por dunas e diferente praias, pontos turísticos que podem ser percorridos em um passeio de bugue ou mesmo em uma travessia de canoa pelo rio Itaúnas. Durante a noite, prepare-se para dançar ao som de forró, ritmo que ocupa grande parte dos bares da região. Vamos fugir?
Lençóis Maranhenses (Maranhão)
DEA / S. RENIS via Getty Images
Aventura, diversão e boa dose de relaxamento se misturam na imensidão arenosa coagulada de lagoas cristalinas de água doce do Parque Nacional de Lençóis Maranhenses. A 257 km da capital São Luís, oferece passeios de Jipe pelas dunas, muita curtição à beira de lagoas como a Azul e a Bonita, incríveis nasceres e pores-do-sol e, para quem quer, um pouco de agitação à noite. Culinária rica em frutos do mar e cenários exuberantes não vão faltar para quem pretende manter a cabeça longe da Copa do Mundo. O meio do ano é a melhor época para visitar a região. Vamos fugir?
Jericoacoara (Ceará)
Stefano Liboni/Flickr
Redes à beira mar, passeio de cavalo pelas dunas, sol e muita calmaria, assim é o cenário reservado de Jericoacoara, no Ceará. Separado por 300 km da capital Fortaleza, a praia acolhedora é o destino certo para quem busca recuperar as energias e estar em contato com a natureza. Considerada uma das praias mais belas do país, o cenário une conforto e diferentes atrações ao turista, que pode aprender windsurfe, assistir o pôr do sol do alto de uma duna ou percorrer o caminho da pedra furada. De noite, tem forró e música eletrônica. Vamos fugir?
Parque Nacional Chapada dos Veadeiros (Goiás)
cmjcool/Flickr
Cachoeiras, canyons, florestas, morros, trilhas e animais exóticos. O percurso para o visitante do Parque Nacional Chapada dos Veadeiros, em Goiás, pode até ser bastante puxado, mas surpreende a cada curva. Com diferentes opções de mergulho, passeios e escaladas, o cenário é um destino concorrido tanto para aqueles que buscam por opções alternativas de ecoturismo, como para os interessados em turismo místico. Do Vale da Lua ao Salto Rio Preto, o parque é um verdadeiro paraíso no coração do Brasil. Vamos fugir?
Parque Nacional do Jalapão (Tocantins)
Wikimedia Commons
O contato com a natureza define todo o passeio pelo Parque Nacional do Jalapão, em Tocantins. Um dos melhores destinos para o ecoturismo no país, o cenário é ocupado por cachoeiras, dunas e uma ambientação típica do cerrado brasileiro. Abastecido por serras, chapadas e até corredeiras - abertas aos visitantes -, o Parque é o destino certo para quem busca trocar a calmaria entediante das férias (ou de um jogo de futebol) por uma verdadeira dose de aventura. Atrações não vão faltar. Vamos fugir?
Parque Nacional do Monte Roraima (Roraima)
gabriela_amorim/Flickr
Respire fundo, calce suas botas e parta para uma aventura radical. Localizado no extremo norte de Roraima, o Parque Nacional do Monte Roraima é o destino certo para quem busca por paisagens de tirar o fôlego e muitas horas de caminhada dura. Ponto de cruzamento entre Brasil, Venezuela e Guiana, o cenário posicionado a 2.875 m de altitude conta com diferentes formas de acesso, sendo a mais recomendada pela cidade de Santa Elena de Uairen (Venezuela), partindo de Boa Vista. Vamos fugir?
Praia de Tambaba (Paraíba):
cleide isabel/Flickr
Talvez não seja bom você jogar o nome de Tambaba no Google, afinal, as imagens do lado “naturalista” da praia tomam conta do site de busca. Entretanto, um passeio pelo cenário localizado no município de Conde, no litoral sul da Paraíba, é a garantia de praias deslumbrantes e um ambiente silencioso. Marcada pela privacidade, a praia é indicada tanto para os frequentadores da área de nudismo, uma das primeiras do país, como para aqueles que pretendem manter as roupas junto ao corpo. Vamos fugir?
São Joaquim (Santa Catarina)
Alexandro Auler/CON via Getty Images
Que tal fugir da Copa em busca de aconchego na cidade mais fria do país? Uma passagem por São Joaquim, na região serrana de Santa Catarina, pode resolver isso sem grandes dificuldades. Indicado para os amantes do inverno e da culinária farta, o cenário é o destino exato para quem busca fugir do calor tropical do país - ainda mais em pleno inverno. Um dos poucos lugares do Brasil em que é possível ver neve caindo, o município de apenas 24 mil habitantes é um refúgio para quem pretende escapar de qualquer centro urbano. Vamos fugir?