MUNDO
30/04/2014 20:23 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:29 -02

Resistência de bactérias a antibióticos representa "ameaça global", diz OMS (ESTUDO)

Thinkstock

A possibilidade de mutação das bactérias e a sua resistência aos antibióticos representa uma “ameaça global”, de acordo com dados de um novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS). O documento foi divulgado nesta semana, analisando informações de 114 países, dando o tom de que o problema atinge todos os continentes.

De acordo com reportagem publicada pela BBC, a humanidade caminha para a chamada “era pós-antibiótico”, o que significa dizer que infecções simples, que hoje são tratáveis, poderão ocasionar a morte de pessoas em um futuro próximo. Tudo por conta da capacidade de mutação e adaptação das bactérias contra os medicamentos utilizados hoje.

LEIA TAMBÉM

Descubra onde – e por quanto tempo – vivem os vírus e bactérias mais infames (INFOGRÁFICO)

“A não ser que medidas sejam tomadas para melhorar os esforços de prevenir infecções e mudar a forma como produzimos, prescrevemos e usamos antibióticos, o mundo perderá uma das armas da saúde pública”, disse à BBC Keiji Fukuda, diretor-geral assistente da OMS. “As implicações disso serão devastadoras”.

O desenvolvimento de novos antibióticos, mais baratos e acessíveis, é um dos caminhos que a OMS sugere na luta contra o cenário apresentado pelo relatório.

Leia a matéria completa no site da BBC.