NOTÍCIAS
12/04/2014 19:04 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:23 -02

Crise da água: Sistema Cantareira chega a 12% de seu nível total

Estadão Conteúdo

A cada dia que passa, uma certeza se torna cada vez mais latente para moradores da região metropolitana de São Paulo: vai faltar água. Neste sábado (12), o Sistema Cantareira chegou a 12% de seu nível total, recorde negativo histórico.

Também em queda estão as reservas do Alto Tietê: ontem (11) estavam em 35,9%, ao passo que hoje (12) já foi reduzido para 35,6%.

A previsão é de que o volume útil das represas se esgote em meados de julho, forçando a retirada do chamado "volume morto", que necessita de bombeamento para ser captado.

Segundo projeções da Sabesp sobre a adoção de um eventual racionamento na Grande São Paulo, a maioria dos moradores ficaria, no mínimo, dois dias seguidos sem água para cada dia de abastecimento. Já os habitantes de regiões mais altas e periféricas podem chegar a ficar até cinco dias sem água.

LEIA TAMBÉM

Você já bebeu "volume morto"? Em breve ele chegará à sua casa

- Entenda a Guerra da Água entre São Paulo e Rio de Janeiro

- ANA recomendou em janeiro racionamento de água em São Paulo

- Sistema Cantareira bate novo recorde negativo e racionamento "não é consenso" em SP