NOTÍCIAS
08/04/2014 17:00 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:23 -02

Saia justa para Aécio: pergunta sobre "helicóptero da cocaína" faz estudante ser retirado de evento

Mauro Vieira/Agência RBS/Estadão Conteúdo

Um tumulto marcou a passagem do senador Aécio Neves (PSDB-MG) pela 27ª edição do Fórum da Liberdade, em Porto Alegre, na noite desta segunda-feira (7). A pergunta de um estudante da PUC-RS sobre o “helicóptero da cocaína” fez com que o estudante Marcelo Ximenes, de 25 anos, fosse retirado do Salão de Atos da instituição, segundo informou o G1.

Em sua página no Facebook, Ximenes deu a sua versão dos fatos.

De acordo com o G1, Aécio criticou o governo da presidente Dilma Rousseff. O ClicRBS publicou ainda que o senador mineiro, pré-candidato do PSDB à Presidência da República, defendeu a diminuição da maioridade penal no evento. Já no final da sua participação no fórum, Aécio foi questionado, aos gritos, sobre a “cocaína no helicóptero”.

O estudante acabou vaiado e retirado por seguranças. Já Aécio não respondeu ao questionamento, que era relacionado ao episódio de novembro de 2013, quando um helicóptero com quase 500 kg de cocaína foi apreendido na zona rural do município de Afonso Cláudio (ES), a 138 km de Vitória. A aeronave pertencia a uma empresa do deputado estadual Gustavo Perrella (SDD-MG), filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG), tido como aliado de Aécio.

Nesta terça-feira, os quatro acusados de tráfico de drogas no caso foram libertados pela Justiça.

A reportagem do Brasil Post entrou em contato com a assessoria de imprensa do PSDB, questionando se o senador Aécio Neves se posicionaria a respeito do incidente. A resposta será incluída tão logo seja encaminhada ao Brasil Post.