Estas pessoas poderiam ter deixado o câncer levar o melhor delas. Ao invés disso, enfrentaram o câncer com o seu melhor

Câncer pode ser um dos diagnósticos mais devastadores, e é preciso ser especialmente corajoso para canalizar a dor em algo significativo.

Este é exatamente o caso dos pacientes com câncer das histórias abaixo. Todos eles vão te inspirar de uma maneira única e inesquecível, neste Dia Mundial do Combate ao Câncer.

Esta garotinha mostrou a sua força...

Cami encarou com muita coragem o transplante de medula óssea.

E esta pequena maquiadora mostrou que você pode ser muito bonita mesmo sem cabelo...

Talia Castellano ficou famosa depois de divulgar no Youtube diversos tutoriais de maquiagem e muita simpatia, mesmo lutando contra um câncer agressivo. Em um dos vídeos, ela explicou como a maquiagem lhe deu confiança:

“Eu amo... uso [a maquiagem] como se fosse minha peruca e me sinto muito autoconfiante para ir até as lojas de doce sem uma peruca de verdade.”

Aliás, beleza é uma ótima ferramenta contra o câncer...

Esta mulher encontrou um jeito simples de continuar fazendo o que gosta, mesmo quando se sentia cansada...

“Ninguém conseguirá fazer esta garota de Lousiana ficar longe da cozinha”, comentou uma amiga no Reddit.

Este garotinho também encarou o câncer com muita graça...

(A quimio comeu as minhas sobrancelhas)

Assim como estas pequenas, que pediram por pizza e foram atendidas...

No verão passado, em comemoração aos seus dois anos de idade, Laura Hammersley usou fitas adesivas para escrever na janela do hospital: “Envie pizza quarto 4112”. Bastou um usuário do Reddit postar a foto no site para que diversas entregas de pizza começassem a chegar. Foram tantas doações, que o hospital teve de pedir para que os benfeitores, por favor, parassem.

Cantar também pode ser um ótimo remédio...

♫ That's what makes you beautiful ♫

Assim como dançar...

Esta mulher encarou de maneira inspiradora os minutos que antecederam a sua dupla mastectomia.

Não é, Emma?

E o amor, então, é absolutamente indispensável...

“Chorei muito, mas depois que saí do hospital com esse diagnóstico, comecei a receber mensagens no celular, pelas redes sociais, flores, cartões de amigos, familiares, e isso foi me dando forças e ânimo para encarar a doença. Pensei: 'ok, estou com câncer, então agora vou fazer o que posso para combatê-lo sem deixar de ser feliz'. As pessoas acham que ter essa doença é fim de vida, mas não, a vida é muito maior, e esse amor das pessoas que estão ao nosso redor é essencial, é o que me tornou forte”, contou ao Brasil Post.