NOTÍCIAS
22/03/2014 19:02 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:13 -02

O avião desaparecido da Malásia, abduzido? Um americano defende essa ideia

Thinkstock

Quase todas as vezes em que divulgamos uma notícia sobre o avião desaparecido da Malásia, um leitor sentencia: “ETs”. A teoria ficou ainda mais popular depois de divulgado um vídeo que supostamente mostra o percurso do avião em um radar, até “desaparecer totalmente”.

Apesar de não ser reconhecida como uma ciência, há pessoas que se dedicam ao estudo de relatos sobre OVNIs, ou ufologia. Um deles é o americano John Ventre, conhecido nos Estados Unidos por aparecer em programas no Discovery Channel e History Channel falando sobre ETs. Ele está fazendo uma campanha com artigos nos Estados Unidos defendendo a hipótese de que extraterrestres abduziram o avião, apesar de não ter certeza sobre o assunto. O Brasil Post conversou com Ventre por telefone e ele explicou por que está escrevendo a respeito.

Você realmente acredita que um ET pode ter abduzido o avião desaparecido da Malásia?

É mais uma possibilidade que precisa ser considerada, porque aconteceu no passado. Há 86 aviões nos últimos 75 anos que desapareceram completamente sem deixar destroços. Aconteceu com navios, pessoas, aviões, há vários relatos sobre isso.

Você tem evidências disso?

Sim, se você ver os exemplos que eu cito nos meus artigos. Em 1978, um piloto disse via radar que viu um OVNI, ouviram ruídos metálicos e o avião desapareceu.

Mas essa comunicação é verdadeira e confiável? Está disponível?

Sim, é só procurar na internet. Só estou dizendo que devemos considerar isso. Não houve comunicação alguma, os radares não apontaram nada... Como um avião simplesmente desaparece?

Não domino o assunto aviação, mas alguns especialistas dizem que em alguns lugares do mundo os radares não são monitorados o tempo inteiro, porque isso seria muito caro.

Os especialistas não consideram a hipótese de um avião ter sido abduzido. Sim, pode ter sido sequestrado ou ter caído, são possibilidades. Tudo que eu estou dizendo é: considerem que OVNIs estejam envolvidos, porque já aconteceu. Há mais uma explicação que a grande mídia não está levando em consideração.

E por que você acha que a imprensa está ignorando essa hipótese?

Porque deixa as pessoas nervosas! Porque me proteger do céu é o trabalho da Força Aérea, e se eles não podem fazer isso, o que o governo vai dizer, que as pessoas podem ser abduzidas? Eles jamais vão admitir isso. Quando você falou de radares, você também tem que considerar que esse avião estava indo para a China. Os EUA têm satélites ligados o tempo inteiro olhando para a China, a China tem satélites assistindo a tudo para que eles não sejam atacados. Você está me dizendo que China e Estados Unidos não sabem o que aconteceu com esse avião? Isso é impossível! Os EUA monitoram este telefonema, qualquer mensagem do meu celular, e-mails, e não sabem onde está um avião com destino a Pequim, China? Eu não acredito nisso.

No seu artigo, você disse que até a comunidade de ufólogos estava duvidando dessa hipótese. Por que você acha que eles duvidariam disso?

Eu fiquei surpreso, porque eles acreditam em OVNIs e não deram crédito ao meu artigo que levantava essa ideia, três dias depois do sumiço. Mas agora, vários dias depois do desaparecimento, as pessoas estão dizendo “talvez seja essa a resposta”. Se você acredita em abduções, por que você disse que isso não pode ter acontecido? Talvez as pessoas não acreditam realmente no que elas dizem. Agora a comunidade de ufólogos está dizendo que é possível, sim.

Sublinhamos que não há evidências de que o avião foi abduzido, assim como não há provas de que ele tenha caído ou sido sequestrado. Vários especialistas estão dando entrevistas sobre suas hipóteses e resolvemos entrevistar mais um deles. No momento, estão em andamento buscas por possíveis destroços do avião, avistados por radares australiano e chinês.