NOTÍCIAS
06/03/2014 11:55 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:13 -02

Petistas lamentam morte de ex-presidente do PSDB

José Cruz/Agência Brasil

A morte do ex-presidente do PSDB Sérgio Guerra repercutiu também entre seus adversários. O possível candidato do PT ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, destacou a convivência respeitosa com o tucano enquanto foi ministro das Relações Institucionais no governo Lula. "Força à família de Sérgio Guerra. Quando era ministro de Relações Institucionais de Lula, apesar das divergências, sempre foi interlocutor respeitoso e extrovertido", escreveu o político no Twitter.

Adversário de Sérgio Guerra em Pernambuco, o senador Humberto Costa o classificou como "um grande articulador da oposição" no Congresso Nacional. "Sempre mantive com Sérgio Guerra uma relação de cordialidade e respeito", afirmou o senador por Pernambuco.

Ex-presidente do PT enquanto Guerra presidia o PSDB, José Eduardo Dutra lembrou dos embates duros durante a campanha eleitoral de 2010. "Lamento morte do @Sergio_Guerra. Em 2010 debati várias vezes com ele na TV, sempre de forma dura, mas respeitosa. Condolências à família", escreveu Dutra.