NOTÍCIAS
26/02/2014 11:56 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:13 -02

Ministério do Esporte responde gafe da Adidas com ilustração pró-Brasil

Divulgação/Ministério do Esporte

O buzz provocado pela controversa campanha da Adidas gerou uma resposta simpática e bem brasileira do Ministério do Esporte. As ilustrações nas camisetas da empresa, acompanhadas da mensagem "Lookin' to score" (que pode ser traduzida como "em busca de gols" ou "em busca de pegar garotas"), foram interpretadas como apologia ao turismo sexual. Em defesa das verdadeiras belezas do Brasil, o ministério publicou na sua página no Facebook o desenho de um coração sorridente, no lugar das nádegas femininas apresentadas pela Adidas, e uma baiana no lugar da menina sarada.

O Ministério do Esporte também postou uma mensagem enaltecendo as qualidades do País - para muito além das curvas femininas e das mulheres bonitas, exaltadas pela Adidas.

O BRASIL É SENSACIONAL!

O Brasil é um país moderno, da diversidade, repleto de belezas naturais, culturais, um povo genial que não desiste nunca e que recebe todo mundo de braços abertos.

É jovem, é alegre, é plural, é criativo, trabalhador! O Brasil é tudo isso e muito mais!

Por isso nós AMAMOS O BRASIL!

O Palácio do Planalto e o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) já haviam se pronunciado diante da repercussão da campanha da Adidas. Pelo Twitter, a presidente Dilma Rousseff avisou que o País está preparado para combater o turismo sexual. O presidente da Embratur, Flávio Dino, afirmou que entraria em contato com a empresa para retirar a linha de camisetas do mercado. "Essa campanha vai no sentido contrário ao que o Brasil defende", criticou Dino.

Em comunicado nesta terça-feira (25), a Adidas informou que vai tirar das prateleiras os produtos polêmicos. E acrescentou que as camisetas só seriam vendidas nos Estados Unidos.