NOTÍCIAS
25/02/2014 15:41 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:13 -02

Dilma condena Adidas por camiseta com referências sexuais ao Brasil na Copa 2014

Adidas/Reprodução

A presidente Dilma Rousseff usou sua conta no Twitter para alertar sobre o perigo da exploração sexual durante o carnaval e a Copa do Mundo. O Brasil, segundo Dilma, "está feliz em receber turistas que chegarão para a Copa, mas também está pronto para combater o turismo sexual".

Para coibir estes casos, a presidente prometeu ações enérgicas. "O governo aumentará os esforços na prevenção da exploração sexual de crianças e adolescentes do Brasil". O pronunciamento da presidente é uma resposta à polêmica campanha lançada pela Adidas, às vésperas da Copa.

A manifestação da presidente foi endossada pela Empresa Brasileira de Turismo, que repudiou, através de nota oficial, a atitude da Adidas de ter confeccionado material que faz apologia ao turismo sexual durante a Copa do Mundo.

Uma linha de camisetas da empresa apresenta mensagens de duplo sentido, com conotação sexual. Uma delas traz a frase "Lookin to score", que pode ser traduzida por "em busca dos gols". Mas também pode ser uma expressão que significa "pegar garotas", uma vez que a estampa é um coração amarelo no formato de nádegas femininas com fio dental verde.

O presidente da Embratur, Flávio Dino, reforçou a repressão ao turismo sexual. “A exploração sexual é um crime inaceitável e não pode ser confundida de forma alguma com uma modalidade de turismo”. Dino disse ainda que a Embratur vai entrar em contato com a Adidas "fazendo um apelo para que reveja essa atitude e tire os produtos do mercado. Essa campanha vai no sentido contrário ao que o Brasil defende. Nosso esforço é voltado para a promoção do Brasil pelos atributos naturais e culturais. Uma iniciativa dessas ignora e desrespeita a linha de comunicação que o governo adota"

DISQUE 100

A presidente Dilma, por sua vez, também em sua conta no Twitter, citou o Ministério do Turismo e as secretarias de Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres da Presidência e disse que os órgãos estão "firmes no combate à exploração sexual". Segundo Dilma, denúncias envolvendo crianças e adolescentes devem ser feitas pelo Disque 100.

Cancelamento

A Adidas, também em nota oficial, cancelou a venda dos produtos com conotação sexual que tinham relação com a Copa do Mundo. Segundo apurado pelo Uol, a decisão foi tomada após consultas a consumidores e parceiros.