NOTÍCIAS
18/02/2014 11:39 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02

Maioria dos brasileiros condena Copa e gastos bilionários, segundo pesquisa CNT/MDA

Ander Vaz/Flickr

A maioria dos brasileiros protesta contra os gastos bilionários do governo federal com a Copa de 2014. Pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) nesta terça-feira (18) mostra que 75,8% dos entrevistados acham desnecessários os investimentos no Mundial. Apenas 13,3% julgam adequados e 7,3% consideram insuficientes. Foram entrevistadas 2.002 pessoas em 24 unidades da federação de 9 a 14 de fevereiro.

Da mesma forma, 80,2% dos brasileiros são contra o volume de recursos injetado na construção e reforma de estádios. Para esse imenso porcentual de pessoas, o dinheiro público poderia ter sido investido em áreas mais importantes para o País. Já 17,6% são favoráveis às despesas em estádios, por acreditarem que elas vão contribuir com o desenvolvimento do esporte nacional.

A maioria dos entrevistados se diz contrária ao Brasil como sede da Copa de 2014, se a escolha fosse hoje: 50,7%, de acordo com a CNT. Nesse cenário, 26,1% apoiariam integralmente e 19,7%, apenas parcialmente a candidatura do Brasil como País-sede da Copa. A maior parte das pessoas está pessimista: 66,6% acham que as obras de mobilidade urbana (metrô, VLT, trens) não ficarão prontas a tempo do início do Mundial.

Além disso, 85,4% dos pesquisados acreditam que vai haver protestos durante a Copa, enquanto 11,4% dizem que não vão ocorrer. Por outro lado, 82,9% dizem que não vão participar das manifestações e 15,2% demonstram interesse em protestar.

LEIA MAIS:Governo prevê gastar mais de R$ 1 bi com segurança