NOTÍCIAS
16/02/2014 21:13 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02

Presidente do STF, Joaquim Barbosa pode estar próximo da aposentadoria

Foto: Emília Silberstein
UnB Agência/Flickr
Foto: Emília Silberstein

A saída de Joaquim Barbosa do Supremo Tribunal Federal está próxima, segundo reportagem de Veja deste fim de semana. O ministro do Supremo estaria cansado da rotina da Corte, além de ter a saúde comprometida por seu problema na coluna. De acordo com Veja, Joaquim Barbosa disse a um interlocutor que considera que o mandato de um ministro do Supremo deveria ser de 12 anos -- o ministro está no STF há mais de 10.

As especulações de que o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) vai concorrer à Presidência estão ganhando força e já mobilizam o bunker da campanha à reeleição de Dilma Rousseff. No segundo final de semana de fevereiro, o ex-presidente Lula demonstrou que vê o ministro que ele nomeou para o STF como potencial adversário de sua sucessora. "Se [ele] quer fazer política, entre para um partido… Mostre a cara", disparou Lula em evento do pré-candidato ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, segundo o Estadão.

O prazo para um magistrado se desincompatibilizar do cargo é de seis meses antes do primeiro turno das eleições, que será em 5 de outubro. Assim, Barbosa pode se desligar do Supremo até 5 de abril, filiar-se a um partido e ser o elemento surpresa na disputa que já tem como nomes certos Dilma, Aécio Neves, do PSDB, e Eduardo Campos, do PSB.