NOTÍCIAS
14/02/2014 15:53 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:03 -02

Apple quer usar e-mail descartável para acabar com o spam

Getty Images

São Paulo – O escritório de patentes dos Estados Unidos registrou uma nova patente em nome da Apple. Calma lá, ainda não é o tal iWatch ou a televisão da empresa. Mas é algo que pode ser tão bom quanto esses dois aparelhos: o fim do spam.

A patente tem registro sob o nome “Geração de endereços de e-mails descartáveis e mapeamento para uma conta de e-mail regular”. O nome é longo, mas a ideia, simples.

Ela toma como base uma técnica que muitos usuários já usam quando se registram para serviços online, o uso de uma conta secundária, descartável, de e-mail. Como a empresa afirma na patente, em algumas ocasiões isso gera problemas.

A patente da Apple então desenvolve uma maneira de tirar a responsabilidade disso das mãos do usuário. A proposta da empresa é que o próprio sistema de e-mail crie esses endereços de máscara temporários. Eles seriam associados automaticamente ao endereço principal.

O grande benefício do sistema proposto pela Apple é que caso haja comprometimento do endereço, o usuário não precise apagar sua conta. O endereço falso apenas deixaria de ser utilizado.

Rastreamento

A tecnologia seria capaz também de rastrear e saber como um endereço de e-mail chegou às mãos de criminosos. O sistema seria capaz de inserir códigos que quando lidos mostrem que um determinado e-mail temporário foi fornecido a certo serviço online.

Isso tornaria simples a identificação de que o e-mail foi roubado ou usado pelo banco de dados daquele serviço.

A ideia é boa. Mas, assim como qualquer registro de patentes, pode não dar em nada no final. Dependerá de investimentos da Apple para que isso chegue ao consumidor final.