NOTÍCIAS
05/02/2014 21:57 -02 | Atualizado 26/01/2017 20:50 -02

"Caos no metrô renova medos da Copa do Mundo", diz Financial Times

A fire is seen on the street during clashes between riot squads and demonstrators during a protest denouncing corruption in a tender held for subway and Paulista Metropolitan Trains Company (CPMT) construction, in downtown Sao Paulo, Brazil on August 14, 2013.  AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA        (Photo credit should read NELSON ALMEIDA/AFP/Getty Images)
AFP via Getty Images
A fire is seen on the street during clashes between riot squads and demonstrators during a protest denouncing corruption in a tender held for subway and Paulista Metropolitan Trains Company (CPMT) construction, in downtown Sao Paulo, Brazil on August 14, 2013. AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA (Photo credit should read NELSON ALMEIDA/AFP/Getty Images)

Caos no metrô, protestos, rolezinhos, invasão do CT do Corinthians pela torcida... nada foi deixado de fora na matéria publicada nesta quarta-feira (05) pela Finantial Times, uma das mais importantes publicações norte-americanas.

A reportagem cita “crescentes tensões em um país que vai receber a Copa do Mundo ainda este ano”. Segundo a FT, o medo é que o governo não consiga conter os protestos e violência no país, “que procura usar a Copa para marcar sua consolidação como um poder econômico emergente”.

Os protestos na Copa das Confederações, ano passado, considerada um grande ensaio para o evento de 2014, pegaram as autoridades, e a mídia internacional, de surpresa. A FT também cita “um jovem que foi baleado pela polícia depois que um protesto ficou violento durante o aniversário da cidade”, mas não fala que o protesto foi justamente contra a Copa do Mundo. O “aumento da violência” em zonas pacificadas do Rio de Janeiro, com o “retorno de gangues” é também uma preocupação da revista dos Estados Unidos.

É, parece que não é só no Brasil que as pessoas pensam “imagina na Copa”.