NOTÍCIAS
31/01/2014 10:54 -02 | Atualizado 26/01/2017 20:50 -02

Papa tenta ajudar San Lorenzo, time argentino

Stefano Rellandini / Reuters

Torcedor do San Lorenzo, da Argentina, e apaixonado por futebol, o papa Francisco quer ajudar sua equipe a voltar a jogar no antigo estádio, o Viejo Gasómetro, que em 1979 foi comprado pela ditadura argentina por um preço irrisório. Os representantes do San Lorenzo esperam arrecadar 94 milhões de pesos (cerca de 38 milhões de reais) para conseguir comprar o terreno e reconstruir a arena.

Francisco, que guarda como lembrança um pedaço do antigo Gasómetro, declarou que vai doar uma quantia em dinheiro e pretende conversar com os donos do local para dar uma 'forcinha' aos donos do clube.

De acordo com o jornal argentino Clarín, a torcida do San Lorenzo já arrecadou mais da metade do dinheiro necessário para reforma. Na época em que tomaram a arena do clube, os militares argentinos justificaram a ação afirmando que fariam uma reformulação urbana na região em que o estádio se localizava: a Avenida La Plata, no bairro de Boedo.

O governo dizia que construiria duas largas ruas no local - o que nunca ocorreu. Em 1983, a rede de supermercados Carrefour comprou o local e, apesar de usar as mesmas cores do San Lorenzo, nunca foi bem recebida pelos torcedores mais fanáticos que vivem no bairro - e nunca se conformaram em ter perdido a arena para o governo militar.

LEIA MAIS: Argentinos invadem o Brasil durante a Copa de 2014