COMPORTAMENTO
31/01/2014 08:47 -02 | Atualizado 26/01/2017 20:50 -02

Beyoncé vira objeto de estudo em universidade dos Estados Unidos

Beyoncé speaks during a news conference Thursday, Jan. 31, 2013, in New Orleans. Beyoncé is scheduled to perform during halftime of the NFL Super Bowl XLVII football game on Sunday, Feb. 3, 2013. (AP Photo/Matt Slocum)
ASSOCIATED PRESS
Beyoncé speaks during a news conference Thursday, Jan. 31, 2013, in New Orleans. Beyoncé is scheduled to perform during halftime of the NFL Super Bowl XLVII football game on Sunday, Feb. 3, 2013. (AP Photo/Matt Slocum)

Depois do bem recebido quinto disco de estúdio, lançado de forma surpresa ao final de 2013, além da apresentação provocante na última edição do Grammy, Beyoncé agora vai para a sala de aula.

O Departamento de Mulheres e Estudos de Gênero da Universidade de Rutgers, em Nova Jersey, Estados Unidos, está oferecendo um curso chamado Politizando Beyoncé.

A ideia é discutir a posição da mulher na sociedade atual, debater temas como racismo, desrespeito, feminismo e adoração com base nas letras da cantora pop.

Além de analisar os versos de músicas como Single Ladies, If I Were a Boy ou toda a videografia da artista, o estudo passeia por outros campos da literatura negra e feminista, de forma a aprofundar a construção dos temas em torno da obra da artista.

A mesma universidade ainda conta com um projeto chamado A Sociologia do Hip-Hop, em que analisa o trabalho do rapper Jay-Z, marido de Beyoncé. O cantor e compositor Bruce Springsteen também é outro objeto de estudos da universidade.


Interessante