OPINIÃO

Cultura do estupro e como os homens contribuem para perpetu�?¡-la

26/05/2016 19:06 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Reprodu?§?£o/Facebook

Mal acabamos de saber de um caso de estupro envolvendo uma menina e 30 estupradores, a v?­tima d?¡ uma entrevista, dizendo n?£o serem 30, mas 33 homens que a estupraram.

Mas se isso acontece, que tipo de culpa, n?³s - os outros homens alheios a essa realidade - carregamos?

N?³s carregamos toda culpa quando nos calamos diante dos fatos. N?³s carregamos toda culpa quando n?£o nos manifestamos ao saber dos fatos, mas somos os primeiros a tomar as dores quando ouvimos falar que "todo homem ?© um estuprador em potencial".

N?³s carregamos culpa enquanto nos preocupamos em observar a conduta da v?­tima, seu estilo de vida, modo de se vestir, etc e tal, e esquecemos de declarar os culpados, por achar que tudo tem que ser justificado.

"Ah, mas se estivesse em casa lavando lou?§a, n?£o seria estuprada". Ledo engano. N?£o s?£o raros, nem s?£o poucos os casos de estupro marital. N?£o s?£o poucos os casos de abuso sexual de mulheres, crian?§as e adolescentes no ambiente familiar, seja pelo pai, tio, primo, cunhado, sempre h?¡ um abusador. Infelizmente.

Mas aqui, no caso em quest?£o, n?£o foi um abusador. Foram 33. Sim. 33 estupradores. 33 homens que viram, praticaram e incentivaram os abusos. Dos 33, n?£o houve 1 que dissesse para n?£o fazer. N?£o houve NENHUM contr?¡rio ao que fora feito. E nenhum deles ?© doente. Nenhum deles foi for?§ado. Nenhum deles ?© um coitado. Dos 33 n?£o salva 1.

At?© agora o que se v?ª ?© gente condenando mais a menina que foi estuprada do que seus estupradores. Os estupradores s?£o "doentes", devem ter "algum problema mental". Sim. 33 doentes, todos com a mesma patologia, exatamente no mesmo lugar, praticando os mesmos atos. Claro. Mas a v?­tima? Ahh, a v?­tima... Essa ?© a culpada por levar a vida que levava, por andar com as companhias que andava, por usar as roupas que usava ou por ter a personalidade que tem. Sim. A culpa ?© dela se os homens n?£o sabem respeit?¡-la.

Este ?© o velho discurso de "voc?ª tem que aprender a se comportar, pra n?£o passar por essas coisas". Porque ?© sempre mais f?¡cil e conivente culpar a conduta da v?­tima do que criminalizar a do agressor.

Vivemos em uma sociedade t?£o acostumada a culpabilizar a v?­tima pelos abusos sofridos, que chega a ser preocupante al?©m de estarrecedor ver o quanto uma imensa maioria dos homens est?¡ alheia a essa realidade, achando que isso n?£o lhes diz respeito, pois n?£o ?© com eles. Mas a?­ ?© que est?¡ o engano. Isso nos diz respeito mais do que possamos imaginar.

Fa?§amos um teste. Responda ? s perguntas abaixo:

1. Como voc?ª soube - se ?© que soube - do caso da menina estuprada por 33 caras?

2. Quando soube, qual foi sua primeira preocupa?§?£o? Saber como estava a v?­tima, se indignar e condenar a conduta dos estupradores, ou voc?ª primeiro foi procurar pelo v?­deo e fotos para "formar sua opini?£o" se de fato foi ou n?£o estupro?

3. Voc?ª acha que a culpa ?© da menina?

4. Voc?ª acha que ela tem culpa por ter bebido demais?

5. Voc?ª acha que n?£o foi abuso porque ela estava dormindo? (Sim, muita gente ainda acha isso normal).

6. E quanto ?  sua conduta com as mulheres? Como ?©?

7. Quando voc?ª recebe um fora, encara na boa ou prefere xing?¡-la e desrespeit?¡-la por se achar bom demais para ser dispensado por algu?©m?

8. Quando voc?ª t?¡ a fim de uma mulher como voc?ª a aborda? Segura pelo bra?§o? Tenta beijar sem o consentimento dela, achando que, por ela estar na festa, est?¡ dispon?­vel e est?¡ querendo?

9. Quando voc?ª organiza uma festa, gosta de dar mais bebidas ? s mulheres para deix?¡-las mais vulner?¡veis para assim, voc?ª obter vantagem da situa?§?£o e depois alegar que tudo foi consentido?

10. Voc?ª acha O.K. fazer piadinhas machistas?

11. Voc?ª acha que "em briga de marido e mulher n?£o se mete a colher"?

12. Se voc?ª v?ª um amigo brigando com a namorada ou insultando-a na frente dos outros, acha que esse ?© um problema s?³ deles e que voc?ª nada tem a ver com isso?

Se a maioria de suas respostas para os questionamentos acima foi positiva, se voc?ª acha que um beijinho sem consentimento n?£o ?© nada de mais, se voc?ª acha que a v?­tima tem uma parcela de culpa, mesmo que m?­nima, quando sofre abuso, seja por suas roupas, seu estilo de vida, profiss?£o, ou por simplesmente gostar de beber; se voc?ª acha que transar com uma mulher que esteja dormindo n?£o configura abuso pois ela "n?£o negou"; se voc?ª xinga quando uma mulher te dispensa, se voc?ª tenta beij?¡-la a for?§a' se voc?ª acha "ok" embebedar mulheres para obter algo, voc?ª n?£o tem moral nenhuma para reclamar quando disserem que "todo homem ?© um estuprador em potencial".

Se voc?ª ri de piadinhas machistas e as propaga e perpetua. Se voc?ª acha que n?£o deve se meter em briga de casal, por achar que esse n?£o ?© um problema seu, saiba de uma coisa:

Voc?ª, assim como eu e todos os outros homens, ?© parte desses 33, enquanto continua contribuindo para a perpetua?§?£o e legitima?§?£o destes abusos, mesmo que de forma indireta, enquanto nossos atos contribuem para que as mulheres continuem sendo submetidas a tais viol?ªncias, subjugadas por seus algozes.

E se voc?ª, homem, ainda se pergunta onde est?¡ a parcela de culpa dos outros homens, deixarei aqui postado uma breve reflex?£o de uma amiga minha:

Sabe aquele seu amigo de esquerda que cerca menina b?ªbada na balada?

Sabe aquele seu amigo super desconstru?­do que enfia bebida na menina que ele quer beijar?

Sabe aquele seu amigo engajad?£o que n?£o v?ª problema em "convencer" uma mulher a fazer sexo anal?

Pois ?©!

Seu amigo ?© E S T U P R A D O R.

LEIA MAIS:

- O machismo no sistema republicano de Ouro Preto

- N?£o vamos esquecer as v?­timas da Samarco!

Tamb?©m no HuffPost Brasil:

Opiniões chocantes sobre estupro