OPINIÃO

8 passos para realizar seus sonhos no ano novo

Vamos viver o agora com entusiasmo e alegria, cultivando diariamente o compromisso com uma vida mais feliz, completa e saudável.

31/12/2017 16:16 -02 | Atualizado 31/12/2017 16:37 -02
Getty Images/iStockphoto
Articulista elenca 8 passos para materializar seus sonhos no ano que vai nascer.

Você ainda se lembra da lista de resoluções que escreveu no dia primeiro de janeiro de 2017? Algum daqueles planos se concretizou? Ou será que você esqueceu da maioria deles assim que o ano começou?

Toda vez que um ano chega ao fim, somos tomados por aquele conhecido tsunami de pensamentos e emoções: de um lado, tudo de bom e ruim que aconteceu no período que se encerra e, do outro, os desejos que ficaram só no mundo das ideias.

Há quem escreva listas, com tudo de positivo e negativo que aconteceu, tentando chegar ao balanço do ano que passou. Há quem se ressinta pelos projetos que não deram certo e quem celebre os pequenos presentes que chegaram de surpresa. De um jeito ou de outro, a perspectiva de um novo ano, se relevando à nossa frente, nos enche de esperança. Começamos a semear aquilo que nos manterá motivados pelos próximos 365 dias: as resoluções do ano-novo.

Perder peso, parar de fumar, trabalhar menos (ou mais), mudar de emprego, dedicar tempo extra aos hobbies, à família, à saúde, fazer aquela viagem dos sonhos, comprar um carro novo, uma casa maior, encontrar um parceiro, fazer novas amizades, são alguns dos desejos comuns à maioria de nós. Muitos deles, entretanto, ficam esquecidos até que dezembro bata novamente à nossa porta.

É como se a vida fosse dividida em blocos de 12 capítulos e só tivéssemos outra chance de recomeçar quando um ano termina e outro começa. Você deve ter ouvido alguém dizer recentemente "não vejo a hora de este ano chegar ao fim". Mas, afinal, o que o primeiro dia do ano tem de tão especial? Bem, dependendo da forma que você encara a vida, a resposta para essa pergunta pode ser "tudo" ou "nada".

Explico: tecnicamente, todos os dias, incluindo hoje, amanhã e quinta-feira que vem, têm exatamente a mesma importância e oferecem oportunidades para você fazer aquilo que considera importante. A única diferença entre o presente, o passado e o futuro é que o presente é o único momento em que você pode realmente dar o primeiro passo. Em nenhuma outra ocasião, além de agora, você conseguirá colocar em prática as ações necessárias para realizar os seus sonhos para 2018.

Enquanto nos distraímos com a ideia de que seremos verdadeiramente felizes quando, finalmente, tivermos mais dinheiro, sucesso, reconhecimento, bens materiais, o casamento dos sonhos, filhos etc, a felicidade vai passando, despercebida, bem em frente ao nosso nariz. Ela está contida na simplicidade de uma borboleta que passou e não percebemos porque estávamos no telefone, numa criança sorrindo que não vimos porque estávamos irritados com o trânsito, no beijo de boa-noite que não demos porque tivemos que trabalhar até tarde, no café da manhã que não tomamos porque estávamos atrasados. Mas, se a vida nada mais é do que a soma de todos os momentos que vivemos, é preciso, com urgência, sair do piloto automático e (re)aprender a desfrutar de cada experiência com atenção, interesse e curiosidade.

Para viver esse instante com entusiasmo e alegria é preciso desacelerar e fazer as pazes com o momento presente, cultivando diariamente o compromisso com uma vida mais feliz, completa e saudável. Para começar hoje mesmo, aí vão algumas sugestões:

1. Seja mais gentil com você mesmo!Você não aguentaria, nem por meia hora, a companhia de alguém que fosse tão duro com você, quanto você é consigo mesmo em seus pensamentos. Esteja atento às cobranças, julgamentos e críticas que te acompanham o tempo todo. Suavize, reconheça o seu valor, o seu esforço. Fale com você mesmo como falaria com alguém que ama e quer bem, seja o seu melhor amigo. Você está fazendo o melhor que pode e não precisa ser perfeito em tudo.

2. Faça uma coisa por vez. Sempre que puder, só comece uma nova tarefa quando tiver terminado a anterior. O que quer que esteja fazendo, que seja com atenção. Observe o mundo ao seu redor, notando as cores, formas e movimentos. Escute os sons, sinta o cheiro, perceba as texturas, o peso e a temperatura. Use o seu corpo e os seus sentidos para se apropriar de cada instante. Lembre-se de que você não é um zumbi, nem uma máquina. Portanto, explore, investigue, viva, desfrute e aproveite!

3. Cuide bem do seu corpo. Escolha alimentos nutritivos, naturais e saborosos, consciente de que qualquer coisa que você ingerir vai se transformar nas células que você vai carregar amanhã. Movimente-se e exercite o corpo de forma amigável e cuidadosa, sabendo que ele será seu para sempre. Descanse, durma bem. O corpo é a sua casa, a sua ferramenta mais valiosa. Trate-o com amor e responsabilidade, cultivando hoje o corpo que você quer ter no futuro.

4. Desacelere e desconecte-se algumas horas todos os dias.Tire o relógio, esqueça o celular em casa, desligue o computador, deixe o carro na garagem. O mundo não vai acabar amanhã e você não precisa estar disponível o tempo todo. Perceba qual é o seu ritmo e escolha um mais lento, só para variar. Dedique algumas horas do dia para você mesmo, faça atividades que te inspiram e enchem de alegria. Se preencha de coisas boas, para poder nutrir aqueles que te cercam. Faça isso por amor, a você e às pessoas que você quer bem.

5. Se (re)apaixone pela natureza. Observe a natureza para aprender sobre impermanência, resiliência, solidariedade, vulnerabilidade. Note que tudo se transforma, um momento após o outro. Nuvens que vem e vão, o vento, o sol, a chuva e as estações do ano são demonstrações do fluxo da vida acontecendo, diante dos nossos olhos, continuamente. Nada é permanente ou constante. Portanto, deixe ir, deixe ser, deixe estar.

6. Escolha relacionamentos que te inspiram a ser melhor.Esteja rodeado de pessoas que te fazem bem e alimentam a sua alma. Evite as companhias tóxicas. Celebre a felicidade dos outros. Abrace, beije, namore, ame, sorria. Escute mais, fale menos. Converse com estranhos. Faça novos amigos, valorize os antigos. Dê mais uma chance  —  para você, para eles. Lembre-se de que as pessoas que te cercam influenciam quem você é. Escolha com sabedoria.

7. Deixe a sua criatividade se manifestar de diversas formas.Pinte um quadro, cante em voz alta a música mais boba que lembrar. Cozinhe, organize os livros na prateleira, dance, faça arte. Invente, coloque a mão na massa. Dê um presente feito à mão, transforme uma roupa antiga ao invés de comprar uma nova. Coloque um pouco de você de volta no mundo. Saiba que você é único e que todos nós precisamos daquilo que você faz melhor!

8. Procure ser íntegro, fazer o bem e promover a compaixão. Seja a mudança que você quer ver por aí. Não há milagre; para viver num lugar melhor, você precisa fazer a sua parte. Plante aquilo que você quer colher no jardim da sua vida. Cada pessoa que você impactar por dia vai encontrar outras pelo caminho. Em uma semana, terão sido centenas, em um ano, milhares. Você é capaz de transformar o mundo ao seu redor. Que tal começar agora mesmo, com um ato de gentileza, com a primeira pessoa que encontrar?

Se você estiver pronto para colocar algumas dessas ações em prática em 2018, você estará no caminho certo para se tornar o protagonista da sua história. Aproveite o dia de hoje (e todos os outros) para ir em busca dos seus sonhos. Tenha disciplina, coragem e consistência; a felicidade não acontece por mágica. É importante estar atento e dar pequenos passos todos os dias.

Você não é eterno, por isso, escute o seu coração e seja feliz, agora mesmo. Confie, aceite e agradeça sempre. A vida é urgente, portanto, viva com a alegria e a certeza de que cada instante é precioso e merece ser vivido com a mesma intensidade e entusiasmo da noite de réveillon.

Feliz ano novo! Feliz vida nova!

*Este artigo é de autoria de colaboradores ou articulistas do HuffPost Brasil e não representa ideias ou opiniões do veículo. Mundialmente, o HuffPost oferece espaço para vozes diversas da esfera pública, garantindo assim a pluralidade do debate na sociedade.

5 maneiras de cultivar a felicidade