OPINIÃO

A conivência com o comportamento sexista de Sílvio Santos e o assédio moral a Maísa

Não é engraçado, tampouco entretenimento, expor uma menina de 15 anos a ponto de fazê-la chorar e abandonar as gravações de seu programa.

28/06/2017 19:56 -03 | Atualizado 28/06/2017 19:56 -03
Divulgação/SBT
Sílvio Santos posa com Dudu Camargo e Maísa durante o programa em que constrangeu a adolescente.

Sou fã inveterada do Sílvio Santos. Desde piquitica. Não me lembro de uma época da minha infância em que não tenha assistido ao SBT. TV Cruj, Bom Dia e Cia., Passa ou repassa, Sabadão sertanejo, Programa Sílvio Santos, A praça é nossa, novelas infantis, novelas mexicanas, séries pós-almoço, Chaves, Chapolin. Por ser tão fã, fazia campanha contra a Globo. Eu já era "fora Globo golpista" before it was cool.

E apesar da superioridade técnica da concorrente, o SBT sempre teve o calor de casa. É como se todos os apresentadores e atores fossem compadres e amigos. Meus amigos também.

Após visitar a exposição sobre o Sílvio organizada pelo MIS (Museu da Imagem e do Som) e conhecer mais sobre sua história e sua importância para a televisão brasileira, passei a admirá-lo ainda mais. Este senhor tão sorridente e meu amigo é incrível mesmo.

E é justamente por essa admiração que mostro minha profunda indignação com o que vem acontecendo no SBT nas últimas semanas. No domingo passado (18 de junho), durante o seu programa, o apresentador fez uma série de comentários e insinuações que deixaram a atriz Maísa Silva constrangida.

Há muito tempo, Sílvio tem comportamentos inapropriados com mulheres, como no recente caso em que disse à âncora Rachel Sheherazade que a havia contratado por "sua beleza". E nós deixamos isso passar porque, afinal, é o Sílvio Santos né. O melhor apresentador, lenda do rádio e da TV, ex-camelô que criou um império, passou por diversas emissoras e nunca deixou a magia dos programas de auditório morrer.

O argumento mais comum para justificar seu comportamento machista e inapropriado é que ele "é velho né". Vamos lá. Sílvio tem 86 anos.

Minha avó tem 83 e pensa exatamente como ele. Ela acha que mulher tem que casar cedo, que deve usar roupas comportadas, ser dona de casa. Não julgo minha avó, ela foi socializada assim e sua própria vida é uma expressão da opressão de gênero.

Teve de largar a escola no ensino fundamental para ajudar a família, casou aos 14 anos por não ter o que comer em casa, ficou viúva aos 16, casou de novo aos 18 e teve minha tia mais velha com 20 anos. Desde então dedicou sua vida aos filhos, à casa e ao marido. É natural que ela pense tudo que ela pensa e eu não tenho o menor direito de julgá-la.

Ela não frequentou a USP ou outra universidade com coletivos feministas que discutiam Simone de Beauvoir e igualdade de gênero. Não esteve em grupos de facebook ou whatsapp com mulheres esclarecidas que lhe abrissem os olhos, como me foram abertos. Ela é velha e teve uma vida difícil. É natural que ela tenha pensamentos retrógrados.

Mas o Sílvio não é um "velho" qualquer. Ele é dono de uma das maiores emissoras do país, viajado, rico, tem acesso a tecnologia e às discussões atuais. O Sílvio Santos é comunicador e fala para milhares de pessoas. Ele tem responsabilidade direta sobre a formação do pensamento de milhares de pessoas.

Além disso, ele é um profissional. Há de ter uma equipe de consultoria e assessoria para auxiliá-lo nesses assuntos. Há de ter alguém, produção ou direção, que lhe diga: Sílvio, chegou a hora de respeitarmos nossas convidadas e nosso público.

Não é engraçado, tampouco entretenimento, expor uma menina de 15 anos a ponto de fazê-la chorar e abandonar as gravações de seu programa. Não é engraçado, não é justo, não é ético e não é profissional.

Maísa é apenas uma adolescente e tem de enfrentar o dono da emissora em que trabalha. Não é fácil, é uma pressão psicológica imensa. Sua exposição a situações humilhantes e constrangedoras recorrentemente configura assédio moral. E ela está praticamente sozinha nessa.

É justamente devido a minha admiração que eu digo: precisamos parar o Sílvio Santos.

*Este artigo é de autoria de colaboradores ou articulistas do HuffPost Brasil e não representa ideias ou opiniões do veículo. Mundialmente, o HuffPost oferece espaço para vozes diversas da esfera pública, garantindo assim a pluralidade do debate na sociedade.

LEIA MAIS:

- 10 provas de que a Espanha é o Brasil da Europa

- Conservadora e feminista, a primeira-ministra da Inglaterra quer ser... primeira-ministra da Inglaterra

5 motivos pelos quais valeu esperar tanto por um filme da Mulher Maravilha