OPINIÃO

Funk na filosofia

11/04/2014 09:41 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:23 -02
Reprodução/Facebook

Então. Em meio ao assédio da ~grande mídia~ por conta da polêmica gerada por causa da inserção da funkeira Valesca Popozuda em uma prova de Filosofia, o professor Antônio Kubitschek - personagem central do evento - recebeu a blogueira de Brasília Leila Ribeiro e falou com ela de "professor para professor".

Sim. Porque ela também é professora. De Tecnologia Educacional em Pedagogia e doutoranda em Ciência da Informação. E olhou o Antônio, a escola, os alunos, com olhos de professora.

Descobri que a escola tem projetos super criativos, inovadores e sustentáveis. A Lorena me contava e mostrava, com todo orgulho do mundo, sobre o auditório incrível que eles (alunos, pais e escola) conseguiram revitalizar com cadeiras estilo cinema, tablado, ar condicionado e sistema de iluminação. Ao mesmo tempo, Lucas contava super empolgado sobre os projetos de Literatura que envolviam Artes Cênicas para motivar os alunos à leitura dos livros obrigatórios do PAS (Programa de Avaliação Seriada da Universidade de Brasília - UnB). A escola era simplesmente linda, colorida e toda trabalhada na simpatia porque, olha, fui muito bem recepcionada por todos com quem conversei.

Para mostrar quanto conhecimento essa escola produz, nada melhor que usar o super "popô" da Popozuda. Não, pera... só a blogueira de educação aqui que prestou atenção nessas ~bobagens~, porque a grande imprensa, que estava toda reunida por lá, só queria saber mesmo quantos alunos acertaram a duvidosa questão.

Bem, vamos ver ao vídeo com a entrevista que a professora fez com o professor.

A íntegra da matéria está publicada no Sala, blog que produz conteúdo para levar a internet para a educação ~e não o inverso!~, mostrando para os professores a web tanto como ferramenta como cultura, que tem poder de conectar e unir as pessoas para resolver grandes desafios da humanidade.