OPINIÃO

Alimentação saudável começa muito antes da refeição

18/05/2014 15:00 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:36 -02
Getty Images

Fome, pressa e um celular na mão. E aí aquele momento tão importante (e que poderia ser tão gostoso) passa voando, quase despercebido. Pouca gente se dá conta, mas, na maior parte das vezes, comemos apenas para matar a fome e não para realmente nos alimentar. Quem está preso à rotina diária ou à correria semanal pode não perceber, mas só esse pequeno detalhe - prestar atenção no que se come - faz uma grande diferença para você poder dizer "Nossa! Hoje estou bem mesmo!". (Pense bem, quantas vezes você disse isso nos últimos meses?)

2014-05-15-20140515RefeicaoComeca2.jpg

Quando temos consciência do quê e de que maneira comemos, transformamos hábitos em oportunidades. De garfada em garfada, mudamos nossa vida. Basta atrelar nossa alimentação aos nossos objetivos. A Ayurveda propõe fazer isso com atitudes simples. Você começa quando percebe que cada momento do seu dia é uma chance para interagir com a natureza - a sua e a do universo, uma vez que tudo está conectado.

Como fazer isso? Comece olhando para suas necessidades e recursos de forma objetiva. O tempo que temos para cozinhar é um fator determinante. Você decide se as compras vão estragar na geladeira ou se vai acabar fazendo aquele lanche nada a ver. Uma boa ideia para evitar isso é criar um viveiro de ervas culinárias. Se ao abrir a geladeira você encontrar vegetais já higienizados, cereais e leguminosas pré-cozidos e um gabinete com especiarias, a chance de você querer criar um prato rápido e saudável será muito maior do que a tentação de comer aquele pacote de bolacha que te matará de culpa depois. Portanto, comece pensando em ingredientes e pratos que possam ser preparados em 20 minutos. Os pratos tipo "one pot" são sempre uma boa opção. Monte um cardápio simples e compre somente o que você irá utilizar. Cozinhe e congele separadamente leguminosas e cereais, para tê-los sempre à mão.

Outra dica: lembra do que falei na semana passada sobre o segredo não ser o que comemos, mas quando e como? Pois bem, ao contrário do que as muita gente pensa, comer carboidrato à noite pode, sim, fazer bem para você. Se o carboidrato for de boa qualidade, ele vai te ajudar na hora do sono e promover um descanso mais profundo. E olha essa: saladas e grelhados não são uma boa para comer à noite, pois demoram muito para serem digeridos. Deixe-os para o almoço.

Não esqueça: o importante é começar a observar os resultados das suas próprias atitudes. Na minha vida, essa mudança gerou uma grande transformação. Ao me aprofundar e aplicar esses conceitos no dia a dia, percebi que, apesar de ter sido asmática a vida toda e ter apenas 65% de capacidade pulmonar, com a correta alimentação consegui praticar atividades físicas de alto consumo energético e ter uma performance acima da média. Bastou ter consciência alimentar. E sabe o mais bacana de tudo? Eu pude ser testemunha da minha própria superação.

Criar as condições adequadas para seu sucesso e felicidade começa por aprender, aceitar e interagir com a sua própria natureza e gerar ao seu redor os recursos que irão promover as mudanças que você busca. Esqueça regras e padrões genéricos. Você e suas particularidades são o que importa.