OPINIÃO

5 parques para curtir o carnaval em família

Nesse carnaval, você pode aproveitar e levar os pequenos para conhecer um parque natural.

07/02/2017 16:28 -02 | Atualizado 09/02/2017 13:20 -02

Você sabia que estimular o contato de crianças com a natureza vai proporcionar um desenvolvimento mais saudável além de incentivá-las a proteger nosso patrimônio natural? Além de ser muito divertido, claro! Lembra da sua infância com o pé descalço na grama? Pois é! É por isso que, nesse carnaval, você pode aproveitar e levar os pequenos para conhecer um parque natural.

São centenas de parques espalhados pelo Brasil, guardando o cenário que pode se tornar a memória mais querida de seus filhos. Há parques para todos os gostos: com praia, montanha, rio ou cachoeira. Pode ser um dia, um fim de semana ou uma estada mais longa. Confira cincos dicas de parques para aproveitar o carnaval com a família reunida.

1. Parque Nacional do Itatiaia

Adriana Mattoso

O parque fica na Serra da Mantiqueira, próximo aos municípios de Itatiaia e Resende, no Rio de Janeiro, e oferece atrativos para visitantes de todas as idades. Na parte baixa, a vegetação exuberante é cortada pela água que corre, formando diversas áreas para um refrescante banho de rio. Ali, é possível fazer trilhas pela mata atlântica e visitar cachoeiras como a Véu de Noiva. Na região do Planalto de Itatiaia está a parte alta do parque, que abriga o Pico das Agulhas Negras, bem como outras exuberantes elevações.

Visite

Horário de Funcionamento: Todos os dias das 8h às 17h na parte baixa e das 7h às 17h na parte alta

Ingresso: De R 3 a R 32. Pessoas com mais de 60 anos ou menos de 12 anos são isentas.

Mais informações: Parque Nacional do Itatitiaia

2. Parque Estadual do Jalapão

Renato Soares Moreira

Entre chapadões e serras, dunas e cachoreiras, os fervedouros do Japalão proporcionam uma sensação única: é impossível afundar de forma que quem entra nas águas transparentes flutua. O parque, que fica próximo às cidades de Mateiros, Novo Acordo, Ponte Alta do Tocantins e São Félix do Tocantins, é cenário de um estonteante pôr do sol nas dunas que chegam a 40 metros de altura.

Visite

Horário de Funcionamento: Todos os dias das 5h às 18h30

Ingresso: Grátis

Mais informações: Turismo Tocantins

3. Parque Nacional Marinho Fernando de Noronha

Rui Britto

A ilha de praias paradisíacas faz parte de um parque nacional que protege a fauna e a flora do arquipélago, abrangendo as cidades de Fernando de Noranha, emPernambuco, e Caravelas, na Bahia. Além de relaxar à beira-mar, o visitante tem a oportunidade de percorrer uma trilha marinha onde podem ser avistadas tartarugas em seu habitat natural.

Visite

Horário de Funcionamento: De segunda a sexta das 8h30 às 18h e sábados e feriados das 15h às 18h.

Ingresso: De R 99 a R 198 para 10 dias. Pessoas com mais de 60 anos ou menos de 11 anos são isentas.

Mais informações: Parque Nacional Marinho Fernando de Noronha

4. Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

Carol Da Riva

Em Alto Paraíso de Goiás está a entrada para a beleza deslumbrante da chapada. As cachoeiras e formações naturais são os grandes atrativos e podem ser acessados por meio de quatro trilhas, como a da Siriema, indicada para crianças e idosos, que tem 800 metros e leva ao córrego Rodoviarinha.

Visite

Horário de Funcionamento: De terça a domingo das 8h às 18h

Ingresso: De R 3 a R 33.

Mais informações: Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

5. Parque Estadual de Vila Velha

Pedro Ribas

A paciência e a persistência de milhares de anos esculpiram as belezas do parque, que fica próximo a Ponta Grossa, no Paraná. O parque abriga um conjunto de formações de arenitos e furnas que lembram uma cidade medieval com seus castelos e torres em ruínas. A altura média de suas colunas de pedra e suas muralhas é de 20 metros e pode facilmente chegar a 30 metros ou mais em alguns pontos, em função de seu terreno acidentado. O local é acessível e ideal para um passeio em família.

Visite

Horário de Funcionamento: De quarta a segunda das 8h30 às 15h30

Preço: De R$ 8 a R$ 25. Pessoas com mais de 60 anos ou menos de 6 são isentas.

Mais informações: Parque Estadual de Vila Velha