OPINIÃO

Assisti a um jogo do Brasil na Copa!

29/06/2014 16:26 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02
ERIC GAILLARD/Reuters

2014-06-29-RomeuFriedlaenderJrMineirao

Brasil x Chile no Mineirão, havia conseguido comprar esse ingresso no site da Fifa, ainda em abril, torci muito no jogo contra Camarões para terminarmos em primeiro do grupo e poder assistir um jogo do Brasil nessa Copa, mas em Belo Horizonte vi que os chilenos estavam confiantes também, muitos foram ao estádio e estavam em Minas Gerais para assistir a esse jogo de oitavas de final.

Fui de avião de Curitiba para a capital mineira, passei nas Fun Zones de ambas as cidades, local nos aeroportos em que tem diversas opções de entretenimento e descanso para os passageiros que estão esperando algum vôo, ou mesmo os que não tem lugar para dormir.

Fiquei hospedado em um hostel em Belo Horizonte, já havia optado por esse tipo de hospedagem em outros países, mas no Brasil foi a primeira vez, fiquei muito bem impressionado. Além do encontro com diversas pessoas de todos os continentes (encontrei chilenos, argentinos, suecos, australianos, ingleses, japoneses e israelenses hospedados) que vieram assistir a Copa e aproveitar o passeio pelo nosso país, a limpeza brasileira, que é a melhor do mundo, como já abordei em outro texto, junto com a hospitalidade comum dos brasileiros fez desta hospedagem a escolha certa.

Fui ao estádio para aproveitar o clima de jogo do Brasil, optei por pegar uma condução oferecida pelo próprio Hostel, já que em Belo Horizonte o transporte coletivo oferecido para a Copa foi o de maior preço entre as cidades que assisti jogos. Cheguei uma hora antes da abertura dos portões, pude curtir toda a animação dos brasileiros, dos chilenos e dos mexicanos que estavam em bom número e se revezavam nas músicas, fotos e provocações, mas sempre com respeito e harmonia entre todos.

Assim que os portões se abriram entrei no estádio, aproveitei um pouco do espaço dos patrocinadores, pintei faixa verde amarela no meu rosto e fui procurar meu assento, que dava uma bela visão do campo, estava bem na frente da torcida chilena e com sol no rosto durante o jogo inteiro, ainda bem que um dos patrocinadores distribuiu protetor solar e óculos escuros, providencial e muito útil nesse momento.

As equipes entram em campo e começam a cantar os hinos nacionais, mais uma vez show das duas torcidas, os chilenos cantam seu hino e continuam a capela mesmo quando a parte protocolar da Fifa termina, da mesma forma que os brasileiros fazem. Como eu estava próximo da torcida chilena pude sentir a vaia que os brasileiros deram à parte do hino chileno cantado a capela, vaia retribuída quando cantamos o nosso hino, começando antes do pontapé inicial a batalha de torcidas no jogo, além da falta de respeito com hinos nacionais.

Começa o jogo, os chilenos iniciam sua torcida cantando e apoiando sua seleção, o que duraria o tempo inteiro, até a bola na trave do último pênalti, o que fazia com que a parte da torcida brasileira que estava próxima aos chilenos também cantasse o jogo inteiro, não poderíamos perder em empolgação para eles. Assisti o jogo inteiro de pé, não conseguimos sentar um momento sequer, apenas nos intervalos.

O jogo em si não teve a qualidade esperada, mas sobrou vontade e empenho por parte das equipes sul-americanas, sobrando emoção e faltando voz no fim do jogo para a maioria dos torcedores presentes. Até mesmo na disputa por pênaltis, que foi exatamente no lado em que eu estava no estádio, sobrou emoção e tensão, principalmente depois do pênalti do Hulk, o super herói que quase virou vilão, salvo pela trave e grandeza do Julio Cesar, que cresceu nos pênaltis, diminuindo o tamanho do gol para os chilenos.

Fim do jogo, vaga garantida para as quartas de final em Fortaleza, a torcida toda, incluindo os chilenos, continuou no Mineirão pelo menos 20 minutos depois do fim, aplaudindo e curtindo o momento, sem maiores provocações entre as torcidas, mas com respeito, consideração e admiração mútua, pelo futebol que os chilenos apresentaram nessa Copa, e os chilenos elogiando a organização e hospitalidade que estamos mostrando nesse período aos estrangeiros que nos visitam.

ETC: