OPINIÃO

As melhores gerações que esse mundo já viu

25/03/2016 21:34 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

2016-02-03-1454467316-535538-Calmagente_Post505.png

Você já deve ter ouvido falar nas gerações X, Y, Z e Millenials. Se sim, provavelmente deve ter ouvido falar mal. A internet está acostumada a ser povoada pela decepção em relação ao que vem por aí. E as crianças e adolescentes costumam pagar a conta.

Mas há uma novidade para você: essa próxima geração que vem por aí é demais. Assim como as gerações anteriores também foram.

Nós que temos dificuldade de perceber. É irônico, mas fácil de explicar: à medida que envelhecemos, vamos nos acostumando a enxergar a realidade a nossa forma. E uma nova geração, por definição, é composta por um grupo de pessoas com uma visão diferente. É por isso que pais tendem a não entender seus filhos e vice-versa.

Quando alguém acostumado às coisas como são analisa o que vem pela frente, a sensação de estranhamento é bastante comum. E nós não lidamos muito bem com o que achamos estranho.

Por uma questão de autoestima e autoafirmação, tendemos ao afastamento e consequente desqualificação. Não somos os primeiros a fazer isso. Desde que esse conceito de gerações existe, a próxima geração está perdida. É a economia que não vai ajudar, são os valores que se perderam, é a liquidez da vida. Os argumentos são consistentes e dramáticos o bastante para nos entreter e convencer.

Mas eu não caio nessa.

Cada geração nasce da anterior. Eu acho isso bonito demais. Meus pais trabalharam para me entregar um mundo com mais chances, facilidades estruturais e conforto, e menos desigual. É maravilhoso poder usufruir disso tudo. O mundo que me foi entregue não é perfeito, mas é bom pra caramba. E o mundo que vamos entregar às próximas gerações tende a ser melhor.

As preocupações de quem vem por aí serão outras, mas não duvido que serão tão significativas quanto as nossas.

É tão empolgante vislumbrar o futuro desse jeito. Fico feliz em não conseguir concebê-lo de outra forma. Afinal, tenho mais um motivo para viver intensamente, consciente de que essa excelente próxima geração vai receber de mim o melhor mundo que eu puder ajudar a criar.

Minha geração é demais. Tão boa que cederá seus ombros para a seguinte, que vai aprender direitinho a fazer a mesma coisa em busca de um futuro cada vez mais glorioso, geração a geração. Vem comigo?

LEIA MAIS:

- Ao descer as escadas, não olhe para trás

- Como se diferenciar dos 'diferentões'

Também no HuffPost Brasil:

Destinos favoritos da geração Y