OPINIÃO

A deliciosa misantropia de "Garota Exemplar"

27/10/2014 15:32 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02
Divulgação

O diretor David Fincher conseguiu um prodígio: pegou um excelente thriller e o levou para a tela sem comprometer seu impacto.

Garota Exemplar, um dos livros mais divertidos e excitantes dos últimos tempos, chegou ao cinema sem perder nem um pouco de sua extraordinária força. E muito disso se deve ao talento da escritora Gillian Flynn, criadora da novela e responsável pelo roteiro.

Claro que a polêmica que já cercava o livro chegou também ao cinema: a obra seria misógina e incapaz de nos oferecer uma figura feminina minimamente digna. Minha "colega" americana de post, Nile Cappello, escreveu sobre a trama: "Garota Exemplar é definitivamente misógino. Não há uma única mulher em todo o romance que não seja uma bagunça total... Desde a Go, cheia de neuroses relacionadas com o pai, até a esposa psicopata e desprezada Amy - passando pela mulher espancada que passa a roubar, Greta. Sério, Gillian Flynn? Você não poderia ter nos dado uma personagem feminina positiva em um livro de 432 páginas?".

Bem, Capello está certa. Todas as personagens femininas são malucas em diferentes níveis. Mas ela deixou de observar que os homens não se saem muito melhor.

Nick Dunne, o protagonista, é fraco, infiel e vagamente idiota. Desi Collings é um stalker doentio.

O advogado Tanner Bolt perpetua o estereótipo do profissional sem ética ou limites, disposto a defender qualquer canalha por dinheiro. Aliás, é dele a melhor frase do filme: "Vocês dois são as pessoas mais f... que eu já encontrei - e olha que eu vivo de lidar com gente f...".

Não, nem o livro nem o filme são misóginos. Se cabe um adjetivo, é misantropo. Nem mulheres nem homens aparecem muito bem no mundo criado por Gillian Flynn. E é por isso que tanto o livro quanto o filme são ótimas sátiras de costumes. A dupla Fincher e Flynn criou diversão de altíssimo padrão.

Não abra mão disso para tomar partido de mulheres, de homens ou mesmo da humanidade. Na vida real eles também não são grande coisa.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.


Para saber mais rápido ainda, clique aqui.

MAIS FILMES NO BRASIL POST:

25 Melhores Filmes dos anos 2000 segundo Shortlist