profile image

Rafael Alves de Oliveira

Filósofo, professor e criador do projeto "Filosofia de volta as ruas"

Formado em Filosofia pela Universidade Metodista de São Paulo, com mestrado em andamento pela UFRGS. Criador do projeto "Filosofia de volta as ruas", que consiste em aulas públicas em praças sobre temas que estejam em pauta na sociedade. Professor das redes pública e privada com experiência de oito anos.
Leemage via Getty Images

Quando foi que você deixou de se sensibilizar pela dor do outro?

Esqueçam tudo isso, em nome daquilo que você considera sagrado, e volte a olhar uns aos outros como nos olhávamos no recreio da escola, quando tínhamos uns seis anos e todo mundo era amigo e as brigas acabavam quando alguém chorava. Você se lembra dessa época? Se lembra quando a dor do outro nos tocava, e nos abraçávamos para que a dor fosse embora? Alguém ainda se lembra que não vale a pena brigar, xingar, gritar com seu irmão por conta daquilo que ele acredita, seja em Deus, seja que o Lula é inocente?
05/12/2016 15:34 BRST
Steve Russell via Getty Images

Nós, a Chapecoense e a vida que se vai

Se minha contribuição chegar até algum familiar que neste momento sofre, deixo apenas estas palavras, que sorria para o futuro. Para o filho que crescerá, para as novas alegrias que virão. Nada disso apagará o momento de agora. Entretanto, acredito que quem sofre merece sorrir. Um dia quem sabe, saberemos as razões pelas quais essas tragédias ocorrem. Este dia não é hoje. Hoje não é dia de saber sobre os mistérios da vida. Hoje é dia de sorrir. O Chapecoense merece.
01/12/2016 14:01 BRST
ASSOCIATED PRESS

Estamos vivendo uma Ditadura novamente?

Se 2016 foi um ano terrível para o País (e verdade seja dita, pessoalmente meu ano foi excelente), 2017 promete ser ainda pior. O Congresso não foi fechado pois isso afastaria capital estrangeiro. Mas não duvidem se for fechado ano que vem.
23/11/2016 16:20 BRST
Mark Makela via Getty Images

Por que a eleição de Trump nos deixou tão mal?

Porque o aterrorizador na eleição de Trump não é a sua incapacidade de lidar até mesmo com o Twitter. Que ele seja inapto para governar, preciso dizer que Hilary não me parece muito diferente, com o acréscimo dado por Zizek em um artigo publicado pelo site da Boitempo, de que a Clinton é um fóssil da guerra fria com tendências imperialistas claras.
17/11/2016 12:13 BRST
ASSOCIATED PRESS

Precisamos conversar sobre o que vão fazer com o Ensino Médio no Brasil

Estamos destinados a cuidar uns dos outros por toda a vida, do nascimento aleatório até a morte da qual até agora escapei. Não foi fácil vencer até aqui. Vim da ZL, minha aula mais frequente no colégio era a vaga, sem professor em sala, mas sim em casa, doente de tanto trabalhar. Faculdade pública era sonho, pagar as contas do mês a meta, comer três vezes por dia o motivo da luta. Às vezes perdíamos a luta, às vezes a meta não era cumprida, e o sonho era aquela coisa que você sabe que vai perder quando acordar. E acordávamos sempre.
14/11/2016 17:14 BRST
Marcelo Camargo / Agência Brasil

O que estamos aprendendo com as ocupações estudantis?

Em maio de 1968 os estudantes parisienses tomaram as ruas e foram fazer aquilo que ninguém estava disposto a fazer por eles. Pediam uma reforma estudantil que lhes possibilitasse estudos e um futuro melhor. Outubro de 2016 nossos secundaristas estão nas escolas, pedindo a mesma coisa. Suas reivindicações são no mínimo legítimas. Se posicionam contra a Reforma do Ensino Médio e contra a PEC 241.
31/10/2016 17:22 BRST
Digital Vision. via Getty Images

Não precisamos mais dessa dicotomia entre 'coxinhas' e 'petralhas'

Sempre que há desrespeito, há potencial para que formas de resistência se manifestem. Invariavelmente podemos compartilhar formas de desrespeito e quando conseguimos expor no espaço público que o modo como somos desrespeitados é compartilhado por mais pessoas, podemos gerar um motor para que possamos criar uma identidade social e política capaz de gerar em nós a estima que nos foi negada, e com isso lutarmos para ter nossas reivindicações atendidas. Neste momento voltamos a ter uma identidade política individual e criamos laços de solidariedade entre nós.
24/10/2016 10:35 BRST
ASSOCIATED PRESS

Nós demos 'boas vindas' à uma nova espécie de ditadura?

Os baderneiros fascistóides são aqueles que se colocam contra o golpe. É assim que a imprensa os trata e é assim que a opinião pública os vê. E se por ventura, Lula não for preso, nem ficar inelegível, alguém duvida que a população aceite o fim de eleições diretas para evitar sua volta a presidência do país? Acha absurdo algo assim? Pois no ano passado, para o bem ou para o mal, todos achavam igualmente absurdo o impeachment contra Dilma.
21/10/2016 12:55 BRST
Divulgação

'Luke Cage', da Netflix, é uma ode à representatividade

Assistir Luke Cage é uma excelente pedida. Não somente ela. Demolidor e Jéssica Jones também. Recomendo fortemente, ainda mais em tempos onde gente como Doria se elege no primeiro turno e, na vida real, as minorias correm risco de perderem seus espaços de representatividade duramente conquistados.
03/10/2016 11:24 BRT
Anadolu Agency via Getty Images

Impeachment e o brasileiro no País das Maravilhas

Levantemos como brasileiros, cheios de paixão, e dispostos a lutar o bom combate sem ter nem causar pavor. Esse tempo, página infeliz da nossa história, vai passar, e o futuro dirá quem esteve do lado correto. Dirá quem não se envergonhará ao contar sua história aos filhos e sobrinhos. Quem como eu o fará de queixo erguido, orgulhoso?
12/09/2016 15:16 BRT