OPINIÃO

Quatro maneiras de provar que você está pronta para liderar

01/04/2015 19:21 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02
Getty Images

Lembra de quando você era apenas uma aspirante a estagiária? Você vivia um dilema mais ou menos assim:

"As empresas querem alguém com experiência, mas como eu vou ter experiência, se ninguém me dá a primeira oportunidade?".

Se agora você almeja a liderança, provavelmente se sente em um limbo parecido.

As empresas buscam profissionais que apresentem competências de liderança, mas como provar que você está pronta para liderar, se o cargo que ocupa hoje não exige que você engaje, delegue, cobre nem desenvolva ninguém?

Selecionei quatro atitudes que vão evidenciar a sua essência de líder, mesmo que você ainda não tenha uma equipe para chamar de sua.

1. Você aparece:

Conheci uma professora super competente que foi demitida sob a seguinte alegação: "Você trabalha bem, mas não aparece". Ela era uma daquelas formiguinhas que chegam cedo e saem tarde, não perdem tempo com conversa fiada no café, entregam tudo antes do prazo e acham que marketing pessoal é coisa de puxa-saco.

O problema é que, mesmo fazendo tudo direito, ela acabou perdendo a vaga para uma colega do tipo showgirl, que, embora entregue menos conteúdo, é mestre em conquistar a adesão dos alunos e quebra vários galhos para os colegas.

Se você quer fugir da dor de corno corporativa, pense se não vale a pena investir cinco por cento da sua jornada de trabalho cuidando da sua rede de contatos.

Não vai doer nada, olha só: se você passa oito horas por dia na empresa, que tal investir apenas 24 minutos visitando os outros departamentos, mostrando interesse pelos projetos em que eles estão envolvidos e se dispondo a ajudar a resolver algum problema? Ou, simplesmente, almoçando com algum colega com quem você nunca tenha conversado direito?

A liderança de hoje não engaja por força do cargo, mas pela capacidade de estabelecer conexões significativas.

2. Você aguenta o tranco:

Você acha uma bobagem os filmes sobre Wall Street que mostram como é a vida de quem chega ao topo dos arranha-céus. É que você sabe: liderança rima - mas não combina - com vida mansa.

Vantagens como cartão de crédito corporativo e vaga vip no estacionamento jamais vão compensar as críticas que você vai receber por estar na linha de frente.

O que move você é a possibilidade de construir um legado, fazer diferença e estender esse impacto positivo a um número cada vez maior de pessoas.

3. Você adora enriquecer os donos da empresa:

À primeira vista, essa frase soa como um surto conformista. Parece contra-intuitivo porque um dia nos ensinaram que empresários só enriquecem achacando funcionários.

Porém, se pensarmos bem, tem mentalidade mais amadora e atrasada que a de torcer para que o "patrão se ferre"?

Se na nova economia todo mundo deve ganhar junto, se você tem orgulho de integrar o time, se sente que existe transparência nos processos e se identifica com a visão dos fundadores, faz todo o sentido desejar que os donos ou acionistas prosperem muito. (Se não, liberte-se desse conflito logo!)

Porque não existe preconceito, fofoca, intriga, discriminação ou recalque que façam uma empresa prescindir de uma colaboradora que dá muito resultado.

4. Você inspira:

De alguma forma, a sua presença muda a energia do ambiente. Vira e mexe, alguém pede a sua opinião. Algumas colegas adotaram a mesma cor de esmalte que você. Parecem ocorrências sem importância, mas elas só acontecem porque, mesmo você ainda não sendo uma líder de direito, já pensa e age como uma.

Isso se reflete no tema das suas conversas, nos livros que você lê, nas roupas que você veste e nas pessoas de quem você se aproxima.

Talvez só esteja faltando um pouco mais de atenção a esses itens para o mundo se dar conta de que a próxima líder tem que ser você.