TRANSPORTE BRASIL

BrianAJackson

Por que o fim da franquia de bagagem não tira direitos do passageiro

E o futuro está na proposta sobre a revisão das Condições Gerais de Transporte Aéreo colocada em audiência pública pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). O assunto ganhou o Congresso Nacional, o Ministério Público, os órgãos de defesa do consumidor e o Poder Judiciário. Mas é necessário fazer uma correção de rumo porque a desregulamentação da franquia de bagagem e as medidas que afetam diretamente o conforto dos passageiros não me parecem bem compreendidas.