Tia Eron

Adriano Machado / Reuters

Quando é que as ruas vão, realmente, pedir o fim do mandato de Eduardo Cunha?

O presidente da Câmara dos Deputados foi citado por diversos delatores da Operação Lava Jato. Já foram encontradas diversas contas do deputado no exterior - contas não declaradas às autoridades brasileiras, o que é crime. Na última terça-feira, dia 26, em sessão do Conselho de Ética, um dos delatores afirmou ter levado, pessoalmente, 4 milhões de reais em espécie a um escritório de Eduardo Cunha. O dinheiro foi recebido por um funcionário de confiança do deputado.