Separação

Meriel Jane Waissman via Getty Images

A separação que mudou minha vida

Para mim, o outono é quando sempre lembro do fim de 2006. Lembro da dor aguda, mas não consigo senti-la de novo; ela parece distante, um fato que sei que existiu mas que não tenho como verificar. Mas aquela sensação de perceber que posso fazer a porra que quiser com o resto da minha vida - aquela sensação de espaço e maravilhamento - nunca deixa de parecer nova.
Daryl Solomon via Getty Images/Shutterstock

Acreditar no amor não deveria depender de casais famosos

Enquanto vivemos a vida de outros por meio da cultura de massa e da abusiva cobertura de celebridades, nos perdemos em espetáculos e automatismos dos casais perfeitos, mesmo os não famosos. Afinal, íntimo e privado nunca estiveram tão expostos como estão agora, sobretudo nas redes sociais. Mas o que temos, a partir de nosso voyeurismo, é uma falsa intimidade. Por maior que seja a exposição, nunca teremos acesso ao que se passa entre aquele casal - e entre qualquer outro. O amor das brigas, conflitos, ciúmes e tretas mil pode até estar fora da cena, mas não da realidade.
wildpixel

Alienação parental: precisamos falar sobre isso

Tive a sorte de possuir pais que fizeram o maior esforço para que eu mantivesse admiração e contato por ambos. Mesmo separados no fim de suas vidas eles se encontravam e faziam o máximo para que eu tivesse uma boa relação com eles e mantivessem uma boa relação entre eles. Porém, isso não ocorre em todas as famílias. Muitas crianças estão no meio de conflitos e, em alguns casos, são utilizadas estratégias de incentivo de ódio pelo outro.
Alamy

Você está repensando o 'até que a morte nos separe?'

Sair de um relacionamento que já acabou requer coragem. Ficar em um relacionamento sem vida requer auto-sacrifício. Lutamos para tomar essa decisão; nos preocupamos com o nosso futuro e as repercussões para aqueles que amamos. Para dificultar mais ainda essa batalha emocional, a nossa sociedade e cultura valorizam a manutenção de um relacionamento. A mensagem subliminar é que sofrer é melhor do que sair de um relacionamento, o que torna a decisão correta ainda mais difícil de se tomar.
Emile Krijgsman/Creative Commons

Portão 21

Eu achei que ia me perder - Acir projetou-se contando ao amigo, assim que seu voo chegasse a São Paulo - mas continuei, mesmo achando que seria melhor ter deixado tudo quieto (e ele se viu preso em dois erros: o espanto que precede a lembrança de sua ineficiência para o conflito e o desejo olímpico em manter-se com a razão em uma discussão), até que tomei a decisão de viajar