Olimpíada

shutterstock

Acabaram os grandes eventos, e agora?

No novo ciclo do turismo queremos valorizar cada vez mais nosso país, nossas riquezas. Seja pelas belezas naturais, pela gastronomia, por sua gente hospitaleira e alegre, pelo sol, pela montanha, pela planície. O Brasil não é só um, são vários. E o mundo vai descobrir isso.
REUTERS/Fernando Donasci

Antes de criticar, vamos entender a realidade dos nossos atletas

Temos que ter em mente que viver de qualquer esporte que não seja futebol (masculino) é uma tarefa dificílima no Brasil. Falta de patrocínio, salários atrasados, pouco apoio do público são só alguns dos problemas que os atletas enfrentam. Em 2013, Arthur Zanetti, medalha de ouro na Olimpíada de Londres, chegou a cogitar a possibilidade de defender outro país devido às condições precárias do seu centro de treinamento.