IMPEACHMENT

Bloomberg via Getty Images

3 fatos que reforçam a tese de que teremos eleições indiretas em 2017

A política brasileira é tão patética e repetitiva que podemos antecipar os discursos que eles utilizarão quando anunciarem o rompimento com o governo Temer: "Acreditávamos que o novo governo cumpriria suas promessas e tiraria o país da crise. Quando notamos que isso não aconteceria, passamos a criticá-lo. Somos totalmente coerentes e sempre pensamos, acima de tudo, no Brasil".
Reuters/Getty Images

Impeachment através do espelho: Dilma e Park contra as ruas

Milhões de pessoas tomam as ruas para pedir o impeachment da primeira mulher a ser eleita presidente do país. Os manifestantes protestam contra a corrupção nas maiores empresas nacionais e o partido da mandatária se vê desestruturado e esvaziado. O processo de afastamento, o segundo da jovem história democrática do país, joga sombras no padrinho político da presidente, visto por um grande setor da sociedade como um dos maiores líderes que a nação já teve. Poderia ser o Brasil em 2016, mas é também a Coreia do Sul. Assim como Dilma Rousseff, Park Geun-hye sofreu impeachment pelo parlamento. A presidente afastada espera seu julgamento, previsto para o início de 2017, enquanto o primeiro-ministro Hwang Kyo-ahn, de popularidade baixa, assumiu o cargo de presidente em exercício.