Homens

Getty Images

Os homens que não amam as mulheres

Após o fim de um relacionamento não saudável e de reproduzir 800 vezes o vídeo da Jout Jout, vejo como esses fantasmas assombram mulheres. Apenas no meu convívio social, pude perceber como nos sentimos culpadas e vulneráveis por um jogo de manipulação emocional. Aí você começa a ler sobre transtornos de personalidade narcisista, faz parte de grupos e vê que todos eles acabam fazendo coisas similares.
Poorna bell

'Marido, sinto muito que você não tenha chorado'

Não tem um dia, uma hora, um minuto em que não eu queira que você volte a existir, para eu te beijar e te abraçar e dizer mais uma vez que tudo vai melhorar. Que ser homem é muito mais que ser forte fisicamente ou manter um emprego. Que se você conversasse com seus amigos sobre seus problemas eles te ouviriam com prazer. E que é OK chorar. Na verdade, é essencial que os homens possam chorar, porque nenhum ser humano pode se manter em um silêncio estoico em meio a tudo o que a vida lhe coloca no caminho.
Michael Duva via Getty Images

Se eu fosse um homem...

Eu não jogaria o jogo chamado: "Eu sou maior" na forma de "Eu faço mais", "Eu tenho mais mulheres", "Eu tenho o melhor título", "Eu tenho um posto mais alto", "Eu posso levantar mais peso na academia", e todos os outros "mais", "mais", "mais", em vez disso, gostaria de me definir como quem sou sem tentar impressionar os outros.
shutterstock

Compartilhamos tanto, mas não temos nada a dizer

Ainda existem pessoas que não vivam obcecados com a fama virtual? Que cultivem a cultura ao invés das bebedeiras ao sábado à noite na balada? Que fotografem viagens e não abdominais? que vão a concertos, ao cinema, à praia sem ter que tirar uma selfie do momento? Que falem mais do que escrevam? Que não registem os seus sentimentos com hashtags? Que partilhem o que sentem e não o que têm? Não sou nenhuma louca que acha que todos os outros estão errados. Mas será que sou eu que estou errada por não me identificar com as pessoas de hoje?