Eleições

RODRIGO ARANGUA via Getty Images

A eleição quase esquecida entre os interesses dos Estados Unidos e da China

Entretanto, o resultado da eleição de 2011, que conto com observadores internacionais, não é tão diferente do resultado do pleito deste ano. Em 2011, Ortega e a FSLN obtiveram 62,4% dos votos. Mais do que qualquer fraude eleitoral ou projeto de poder, em 2011 e 2016, Ortega e a FSLN se apoiaram no crescimento econômico, quase sempre acima de 3% ao ano desde 2006, exceto no entre 2008 e 2009; na redução da miséria em 13%; e na segurança pública, que evitou o crescimento da criminalidade, sobretudo associada as Maras, gangues envolvidas com o tráfico internacional de drogas, que atuam em Honduras, Guatemala e Estados Unidos. Ortega ainda tem prestígio e popularidade.