Cultura Digital

Divulgação

Labmovel e o aprendizado itinerante

Colaboração, compartilhamento, acesso, distribuição. Essas são algumas palavras usada para definir a experiência do Labmovel, uma plataforma itinerante que compartilha arte e conhecimento a partir de atividades com mídias digitais. Coordenada por Lucas Bambozzi e Gisela Domschke, a iniciativa parte de uma premissa: propagar conceitos, práticas e saberes fora dos espaços tradicionais.
Divulgação

Construindo laboratórios de inovação social: Labmovel e o aprendizado itinerante

Colaboração, compartilhamento, acesso, distribuição. Essas são algumas palavras usada para definir a experiência do Labmovel, uma plataforma itinerante que compartilha arte e conhecimento a partir de atividades com mídias digitais. Coordenada por Lucas Bambozzi e Gisela Domschke, a iniciativa parte de uma premissa: propagar conceitos, práticas e saberes fora dos espaços tradicionais.
maroke via Getty Images

Em que tipo de aprendizagem você acredita?

O resultado de transformar essa pergunta individual em um questionamento coletivo foi a crença de que juntos podemos trocar, dividir e compartilhar conhecimentos, vivências e experiências que nos contem mais sobre nós mesmos e sobre o mundo. São em momentos de partilha como esse que reconhecemos aquilo que há de único e especial em cada um de nós.
Reprodução

La Remezcla, um zine sobre remix e cultura livre

Talvez você esteja se perguntando: mas por que um zine e não um livro ou revista? Algumas justificativas são: porque o zine é uma publicação livre, que ocupa o vasto espectro entre simples folhas impressas/xerocadas em qualquer lugar até uma publicação "de artista" com folhas coloridas em altas gramaturas ("grossura" do papel) e formatos ousados.
Reprodução

Mídia tática: uma introdução

Em novembro de 2015, apresentei um artigo no II Congresso Internacional de Net-ativismo, em São Paulo, que retomava a ideia de mídia tática, hoje nem tão falada quanto na segunda metade dos 1990 e nos 2000, e a relacionava com a cultura hacker. Fiz uma versão do artigo para publicar na rede como forma de documentar algumas ações efêmeras realizadas nesse período que se perderam na rede. Segue abaixo a primeira parte do texto, com um histórico do conceito e algumas ações da "era de ouro", final dos 1990 e início dos 2000.
cc

Radialistas apaixonados pela cultura livre

O Radialistas Apasionados é um dos grupos mais ativos na batalha em prol da cultura livre no continente latino-americano. Em maio deste ano, eles lançaram uma radionovela sobre o tema, chamada "Utopía va por la libre!", que conta a história de uma banda (Utopia) que se vê no dilema de apostar no "sistema" das gravadoras ou seguir pelo caminho livre através das licenças Creative Commons.
guilherme masi

Abrace um misantropo

Será mesmo que você acha que uma foto sua com a sua mãe numa situação constrangedora-descolada, dentro de um filtro vintage realmente diz alguma coisa sobre você? Será que você realmente acredita que morar numa quitinete de frente pro Minhocão e postar uma foto da hortinha orgânica na janela com #existeamoremsp é alguma forma superior de se vender?