OPINIÃO

17 coisas que você não sabia sobre Gabriel García Márquez

17/04/2014 17:39 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:24 -02
Getty Images
Nobel Literature prize-winning writer and journalist, Colombian Gabriel Garcia Marquez greets journalists during his 87th birthday, outside his house, in Mexico City, on March 6, 2014. AFP PHOTO / Yuri CORTEZ (Photo credit should read YURI CORTEZ/AFP/Getty Images)

2014-04-17-Logo.jpg

O escritor colombiano, vencedor do Prêmio Nobel da Literatura, brother do Fidel Castro e autor de obras consagradas como Cem Anos de Solidão e O Amor nos Tempos do Cólera morreu hoje na Cidade do México. Gabo, como era carinhosamente conhecido, é considerado um dos mais importantes escritores do século 20. Ele também trabalhou como jornalista, apesar do descontentamento com (nós) colegas de profissão durante a época em que esteve internado. Mas não guardamos nenhuma mágoa. ;)

Como homenagem, selecionei 17 curiosidades sobre ele. Confira:

1. García Márquez se declarou fanático por sua conterrânea Shakira. Algumas de suas canções apareceram na adaptação cinematográfica de O Amor nos Tempos do Cólera.

2014-04-17-GabrieleShakira.png

2.A Metamorfose, de Franz Kafka, foi um dos primeiros livros lidos por Gabo. E foi graças à obra que ele descobriu sua veia literária.

3. García Márquez foi correspondente na Europa e em Nova York, onde foi perseguido pela CIA por causa de sua ligação com Fidel Castro.

4. Dizem que Fidel chegou a presentear o colombiano com uma casa em Havana e declarou que em uma próxima encarnação gostaria ser um escritor como García Márquez.

2014-04-17-GabrieleFidel.png

5. O livro Cem Anos de Solidão foi inspirado nas histórias que seu avô materno, Nicolás, contava sobre a Guerra dos Cem Anos.

6. Em 1981, ele lançou Crônica de uma Morte Anunciada. Segundo alguns críticos, o romance foi baseado no assassinato de um amigo do escritor.

7. A amizade entre Gabo e o escritor peruano Mario Vargas Llosa acabou na porta de um cinema, quando Llosa deu um soco em Gabriel. Dizem que os desentendimentos surgiram por motivos políticos, outros defendem que foi por rivalidade literária. Mas de acordo com uma das biografias de García, os dois brigaram por causa de uma mulher.

2014-04-17-GabrieleMarioLlosa.png

8. Na década de 1990, ele conheceu Woody Allen e Akira Kurosawa, diretores pelos quais tinha admiração.

9. O escritor americano William Faulkner, autor de Uma Fábula, foi a principal influência do escritor.

10. O escritor chegou a dizer que o chileno Pablo Neruda foi o melhor poeta do século 20 em qualquer idioma.

2014-04-17-GabrielePabloNeruda.png

11. Seu romance Cem Anos de Solidão e Ulisses, de James Joyce, estão na lista dos dez livros mais difíceis de se terminar, segundo os leitores do jornal italiano Il Corriere della Sera.

12. O escritor prometeu que Cem Anos de Solidão nunca seria adaptado para o cinema, pois acreditava que sua essência literária estaria perdida.

13. Na companhia de José Saramago, ele participou da comemoração dos 40 anos da Revolução Cubana.

2014-04-17-GabrieleJosSaramago.png

14. García Márquez nunca relia suas obras depois de publicadas, pois dizia que nunca parava de fazer correções.

15. Aos 20 anos, o escritor foi estudar Ciências Políticas e Direito na Universidade de Bogotá, mas abandou o curso.

16. Apaixonado por cinema, em 1986, Gabo fundou a Escola Internacional de Cinema e Televisão em Cuba.

17. Ele tinha residências em Paris, Bogotá e Cartagena, mas vivia a maior parte do tempo no México, onde passou a morar nos anos 1960.

2014-04-17-Gabriel.png