OPINIÃO

Eu e os ciclos da vida

11/06/2015 11:41 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:25 -02
Reprodução

Impressionante observar as movimentações da vida. Quando achamos que está tudo certo, funcionando bem, algo de novo acontece e muda tudo. Não necessariamente para pior, só diferente. E lá vamos nós buscar entender e nos adaptar à nova realidade.

Quando minha filha nasceu, a volta ao trabalho era algo muito distante. Afinal, ficar quatro meses fora do escritório parecia muito tempo. Pensei: vou colocar minha leitura em dia, talvez fazer um curso online. Quem sabe não é agora que eu começo a estudar francês? Alice chegou, tivemos nossa fase de adaptação, começamos a estabelecer a nossa rotina e, de repente, passaram-se os quatro meses. Não deu tempo de fazer nada do que eu havia planejado. Ainda bem, porque curti cada segundo e cada emoção desse período.

Foram meses de intenso aprendizado, grande ansiedade e muito, muito amor. Amanhã, entramos em uma nova fase que vai ser tão ou mais intensa quanto a última. E por mais que eu esteja triste, estou feliz. Essa combinação de sentimentos teoricamente opostos é algo novo na minha vida, deve ter vindo junto com a maternidade.

Esse final de semanas viajamos para o interior pela primeira vez desde a chegada da baixinha. Observar a natureza nos faz sempre muito bem, mas essa vez foi especial. Mostrar as plantinhas, o rio, os cachorros, as nuvens e as estrelas para a Alice foi uma experiência intensa, uma conexão especial com a essência da nossa vida. Mais do que nunca, quero um mundo melhor para nós, para minha filha, em que ela possa apreciar a simplicidade e a beleza das pequenas coisas da vida. Volto ao trabalho com o coração apertado e a motivação renovada.

E, como a vida tem um timing todo peculiar, hoje soube que meu melhor amigo do mundo está indo morar e trabalhar fora do país, realizando o sonho da sua vida. Estou muito contente e orgulhosa, mas com o coração cheio de saudades antecipadas. E a notícia veio quando? Hoje, para marcar ainda mais o encerramento de um ciclo e o início de outro. É a vida!

VEJA TAMBÉM:

Famílias de casais homoafetivos