OPINIÃO

Sobre amores que se vão

18/05/2016 11:26 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Tim Robberts via Getty Images
Young couple holding hands with sun-flare.

Hoje acordei com um aperto no peito.

Olhei pro celular e nada, só aquela foto que tiramos no dia que começamos a namorar, você lembra?

É difícil deixar quem fez parte de um ciclo da sua vida ir embora. Tento levar aquele conhecimento budista sobre o amor, o famoso deixe ir, deixe vir mas é foda.

Acho que minha mente me trai.

Parece realmente impossível que um outro alguém preencha o vão da sua partida.

Não precisa me levar na mala, no banco do carro ou nas placas pela estrada. Não precisa dos meus brincos dentro do seu porta-luvas ou das minhas chaves pela mesa, só precisa deixar fluir.

Eu só queria aprender a voar com você, nem que fosse para cair, pular, tropeçar... Só quis ser sua calma, seu riso leve, e que você fosse assim também.

Mas não deu.

Se esse ciclo realmente fechou, não sei.

Só sei que quero você feliz, mesmo se não for comigo.

LEIA MAIS:

- O efeito 'cara pálida'

- Por que o feminismo é tão necessário

Também no HuffPost Brasil:

A beleza dos amores antigos