OPINIÃO

Confissão de culpa da ditadura militar: 50 assassinatos

02/04/2014 15:04 -03 | Atualizado 26/01/2017 20:51 -02

Deixo minha contribuição à memória brasileira, que relembra os 50 anos do golpe militar.

O documento é um "Relatório de Estatística" produzido pelo II Exército, sediado em São Paulo, em 1974. No alto das tabelas, o número de presos. No final de cada uma delas, o total de mortos.

Nos cinco primeiros meses daquele ano, 50 pessoas foram oficialmente assassinadas pelo Estado Brasileiro, possivelmente em brutais sessões de tortura. Este documento, produzido pelos próprios assassinos diretos e indiretos, não deixa dúvidas.

Aos mortos e seus familiares, meus sentimentos mais profundos.

E meu agradecimento às pessoas que lutaram para que a Lei de Acesso à Informação fosse implantada no Brasil.

saldo de mortos ditadura