OPINIÃO

Ostentando educação

10/10/2014 16:01 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02
divulgação

Dizer que a educação é ruim no país não é novidade, o buraco devastador na educação cresce e compromete nossa sociedade como um tsunami. Segundo a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), o Brasil amarga a penúltima posição no ranking da educação, são 36 países e o Brasil só não fica atrás do México.

Com o Show de Inspiração do Instituto Gerando Falcões, passamos por centenas de escolas do país, o descaso é visível, carteiras, mesas e lousas quebradas, grades por todos os lados como se fosse uma prisão, professores desmotivados e ausência esmagadora dos responsáveis.

O fenômeno da ostentação material invadiu a mentalidade dos alunos que abandonaram o conhecimento e a verdade, de que pra se ter sucesso na vida e bens matérias é necessário estudar e trabalhar muito.

A realidade de um adolescente de periferia é que dificilmente ele vai conseguir comprar um tênis da marca ou um carro tunado, ele se alimenta precariamente e seus pais ganham um salário que dá pra pagar as contas e viver do básico, mas o imediatismo que foi implantado no mundo moderno leva esse jovem a buscar essa ostentação a qualquer custo, e o caminho mais rápido pra quem vem dessa realidade é o mundo do crime. A maioria desses jovens são vitimas desse conceito e não tiveram chances de ouvir que existe outros caminhos além dos pouquíssimos recursos que estão em sua volta na comunidade.

Pensando nisso resolvemos criar o projeto MCS PELA EDUCAÇÃO, numa parceria do Instituto Gerando Falcões e Jovens de responsa da Ambev. Juntamos o RAP e o FUNK para cantar músicas que ostentam a melhor nota da escola, o melhor comportamento, a maior dedicação aos estudos e não o cordão de ouro, perfumes e carros de luxo, também dizemos nas musicas que ingerir bebida alcoólica na menor idade vai atrapalhá-lo no seu desenvolvimento, e que nessa fase da vida não é momento de bebedeira e farra e sim de concentração total no aprendizado...

O time é formado por cinco integrantes, eu (Lê Maestro que lidero o grupo nos shows), MC OZ, MC Pedro, MC Vinie e MC Lucas, Eduardo Lyra fundador do Gerando Falcões é o idealizador do projeto. Nossa meta é alcançar 20 mil jovens até dezembro dizendo que, ostentação é aprender e o estudo valorizar, como diz MC OZ em uma de suas músicas.

Eu gosto de roupas de marca, não vejo problema nisso, mas o caminho para conseguir um bem material não é de facilidades, essa cultura de baladas e ostentação na menor idade compromete para sempre a vida da criança e do adolescente, repetem na escola e anos mais tarde estarão desqualificados para o mercado de trabalho, isso se torna uma imensa bola de neve que prejudica todo o país e em especial a vida do menor.

Admiro histórias de superação que do nada chegaram a tudo, isso deve ser mostrado com orgulho sim e contado para o mundo, mas precisamos dar muito mais atenção para a educação, não podemos perder mais jovens por tão pouco. Os MCs Pela Educação tem esse compromisso com a sociedade brasileira, de utilizar todo o talento para mudar o modelo mental do jovem que for atingido por nossa mensagem.

Lançamos o CD consciência e atitude em setembro, já fizemos 12 shows em escolas de São Paulo e atingimos cerca de 6 mil jovens até aqui. Quando estávamos no processo de construção das músicas e de todo projeto, ficamos um pouco inseguros com a reação dos jovens ao ouvir Funk e RAP ostentando educação, mas logo no primeiro show a surpresa, plateia vibrando e cantando junto com agente, pedidos de autógrafos, fotos, uma loucura.

Descobrimos que é possível passar uma mensagem totalmente educadora com a música, conquistar quem ouve e ser prestigiado por isso, então dá para construir um Brasil melhor, é só querer.

Eu acredito na transformação do Brasil e não abro mão de dizer que o caminho é a educação. Tem que ser jovem de responsa se quiser alçar um voo maior na vida.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.


Para saber mais rápido ainda, clique aqui.


VEJA TAMBÉM NO BRASIL POST:

Músicas e Sentimentos Associados