OPINIÃO

Tirinhas feministas retratam o machismo subliminar que muitas vezes não percebemos

19/08/2016 18:59 BRT | Atualizado 19/08/2016 18:59 BRT

Se sairmos pelas ruas perguntando para as pessoas sobre o que elas acham de estupro, assédio sexual e violência doméstica qualquer indivíduo com o mínimo de bom senso irá manifestar repúdio às situações mencionadas e jamais questionará a necessidade de combatê-las. Porém a luta contra o machismo não acaba por aí.

O indivíduo propagador da cultura machista não é somente o homem que utiliza sua força física para violentar uma mulher. É também aquele que, às vezes sem perceber, toma atitudes no dia a dia que também oprimem e, a longo prazo, contribuem para a desigualdade entre gêneros mesmo que essa não seja sua intenção.

O primeiro passo para combater essas pequenas atitudes nocivas, é tomar conhecimento que elas existem e problematizá-las, pois somente assim será possível combatê-las. As tirinhas da personagem Guta Garatuja ilustram algumas dessas situações:

2016-08-07-1470608258-9026897-Guta54Gaslighting.jpg

2016-08-07-1470608338-4287116-Guta55Mansplaining.jpg

2016-08-07-1470608366-1812568-Guta56Manterrupting.jpg

Veja mais tirinhas neste site ou nesta página do Facebook.

Também no HuffPost Brasil:

Mulheres brasileiras que arrebentam nos quadrinhos