OPINIÃO

Esta conversa entre um psiquiatra e uma mãe revela a angústia das famílias de viciados em crack

Diálogo retrata a ineficiência do Estado no tratamento de dependentes químicos.

29/05/2017 09:23 -03 | Atualizado 29/05/2017 15:28 -03
Getty Images
O debate sobre o tratamento a viciados em crack tomou São Paulo na última semana. Prefeitura pediu à Justiça aprovação para internação compulsória dos usuários.

Há tanto que se pode dizer sobre a questão da cracolândia que eu optei por descrever uma conversa fictícia com uma mãe de dependente químico, em um pronto-socorro do SUS. Apesar de inventada, para não expor nenhum caso real, não tem nenhuma mentira. É uma conversa tão típica, que nem precisei me lembrar de algum caso específico. Foi só descrever o que vivo todo santo dia.

*Este artigo é de autoria de colaboradores ou articulistas do HuffPost Brasil e não representa ideias ou opiniões do veículo. Mundialmente, o HuffPost oferece espaço para vozes diversas da esfera pública, garantindo assim a pluralidade do debate na sociedade.

LEIA MAIS:

- '13 Reasons Why' é a melhor série ruim dos últimos tempos

- Se Aristóteles vivesse hoje, ele teria Facebook?

Os efeitos de 20 drogas em 20 ilustrações diferentes