profile image

Guilherme Spadini

Psiquiatra e psicoterapeuta formado pela USP

Psiquiatra e psicoterapeuta
Adriano Machado / Reuters

O Brasil escapará da violência?

Toda a velha guarda está suja. Todas as promessas falharam, não só por incompetência, mas por banditismo imoral. Toda a cultura dos conchavos, o patrimonialismo arraigado, o capitalismo de Estado que gerou uma elite de caciques intocáveis, não são coisas que caem em silêncio.
13/12/2016 17:16 BRST
Getty Images

A ciência é um desejo. A ciência é um tesão.

Um dos livros mais decepcionantes que li nos últimos tempos foi Sapiens - Uma breve história da humanidade. Não achei um livro ruim, mas decepcionante. Talvez porque eu tenha demorado tanto para ler - e, nos cinco anos desde seu lançamento, ele tenha se tornado tão popular e influente - que já não achei nenhuma ideia original.
02/12/2016 13:25 BRST
Tim Teebken via Getty Images

A psicanálise está morta

A psicanálise é um instrumento útil. Ímpar. Muito relevante. Mas justamente por não ser mais um tratamento, mais um protocolo. Por não dialogar com a ciência ou com os resultados. Por não ser prática ou eficiente. Enquanto a ciência resolve, a psicanálise complica. Enquanto a ciência esclarece os fatos, a psicanálise discute valores. Enquanto a ciência é esperta, a psicanálise é íntegra. A psicanálise tem caráter. Longa vida à psicanálise.
03/11/2016 16:36 BRST
Arquivo Pessoal

Por que jovens parecem especialmente atraídos por brincadeiras perigosas?

O tal Choking Game, na verdade, não tem relação com jogos online. A prática se popularizou desde o final dos anos 70, como uma forma de obter um efeito de anestesia ou euforia, similar ao uso de drogas. É importante notar que este tipo de ato, ou "comportamento de auto-sufocamento" (em inglês, SAB - Self-Asphixyal Behavior), exclui tentativas de sufocamento para fins de suicídio ou de estimulação erótica. Ou de punição por derrota em uma competição.
22/10/2016 14:02 BRST
Jordi Elias via Getty Images

Como a esquerda sequestrou o 'Bem'

Enquanto isso, há a direita conservadora, extremista e raivosa, que é tão fundamentalista quanto. Mas também há a direita liberal; a direita progressista; os libertários que podem ser super capitalistas economicamente e, ao mesmo tempo, super progressistas socialmente, e os conservadores que também querem uma sociedade justa e inclusiva sem que se precise atacar os valores tradicionais.
19/10/2016 18:12 BRST
Divulgação

Assista a uma aula de cultura negra americana na série Luke Cage

Essas são as características que fazem de Luke Cage uma série especial. Não só por ser bem produzida, com boas atuações e personagens legais. Mas porque busca uma identidade própria, uma temática para além do enredo básico, uma forma de enriquecer quem se expõe a ela, além de apenas entreter.
07/10/2016 18:00 BRT
REUTERS/Christian Hartmann

O legado da Olimpíada é a saudade!

Os Jogos Olímpicos foram incríveis. O Rio se tornou, de fato, uma cidade olímpica. O Brasil ganhou um pouco mais de identidade, de reconhecimento e, por que não, de orgulho. Um orgulho diferente. O Brasil não contou vantagem. Não tentou mostrar que é grande. Mas mostrou que é rico, diverso, bonito, e que tem algo para dizer. A instituição "Olimpíada" aprendeu muito com o Brasil. Mais do que o inverso, possivelmente.
23/08/2016 18:31 BRT
REUTERS/Paulo Whitaker

Pokémon Go é arte e está ressignificando os espaços públicos

No fim de semana eu saí com minha filha para caçar pokémons. Nós conversamos com estranhos nas ruas, taxistas, crianças de bicicleta, lojistas, todos rindo e interagindo com minha menina de cinco anos, trocando ideias e histórias de suas caçadas aos monstrinhos. Identificamos grafites nunca vistos, fachadas nas quais nunca tínhamos reparado. Passeamos pelo cemitério e conversamos sobre estátuas, anjos e morte.
12/08/2016 21:13 BRT
RedlineVector via Getty Images

O paradoxo da baixa autoestima

Todo mundo já experimentou essa sensação de autocomiseração, de desapontamento consigo, de raiva. Ou já esteve naquelas situações em que acaba se contentando com pouco, perdendo oportunidades por não se achar bom o suficiente.
01/07/2016 18:55 BRT
Reprodução/Facebook

Existe cultura boa e cultura ruim?

Precisamos sair da adolescência cultural e atingir a maioridade. Estágio em que teremos maturidade para dialogar com todas as representações sociais, minoritárias ou não, para valorizar aquilo que comemora a humanidade, e repudiar o que nos degrada.
02/06/2016 18:18 BRT
Divulgação/IMDB.com

'Guerra Civil' está nos cinemas. E bem que podia ficar só lá.

O filme chega ao Brasil em um momento interessante. Nas conversas mais exaltadas o conceito de guerra civil não chega a ser raro. Fala-se em País dividido, há muros para separar manifestantes, há coxinhas e mortadelas. Nesse aspecto, o filme deve falar aos brasileiros. É possível discutir como pessoas boas, honestas, de quem sempre gostamos ou, até, víamos como heróis, podem acabar em lados opostos de uma disputa radical.
03/05/2016 14:38 BRT
agafapaperiapunta

'Por favor, me vê um baseado orgânico light?'

A maconha já venceu. A legalização é questão de tempo, simplesmente porque mais e mais pessoas são a favor, devido às suas experiências pessoais e percepções culturais. Não depende de bons argumentos nem de evidências científicas. Ela resulta de uma mudança de paradigma, um fenômeno cultural.
20/04/2016 16:28 BRT
NELSON ALMEIDA via Getty Images

A guerra dos verdadeiros 'memes' por trás da crise política

Você sabe o que são memes? Todo mundo conhece as fotos com legendas que se espalham pela internet. Mas, a origem desse nome é bem mais interessante. O termo foi lançado em 'O Gene Egoísta', de Richard Dawkins, publicado em 1976. Memes são ideias, conceitos, comportamentos que contaminam as pessoas dentro de uma cultura, como vírus. Assim como genes são unidades de informação biológica, transmitidas de pais para filhos, os memes seriam unidades de informação cultural transmitidas por contato social.
30/03/2016 11:35 BRT
Isaac Ribeiro/Flickr

Por que é impossível convencer um petista?

Como explicar que tantos simpatizantes do governo, de esquerda, usem o mesmo argumento dos antigos malufistas, de direita? O argumento, claro, é o de que a corrupção deve ser perdoada em nome de um bem maior, também conhecido por "rouba, mas faz". Como explicar que os revolucionários de outrora são os reacionários de hoje, lutando para manter o status quo no poder e paralisar os movimentos legítimos das ruas? Ao mesmo tempo, como explicar que quem defende a voz das ruas hoje são os mesmos que a ignoravam antes? Fica óbvio que os argumentos estão a serviço das emoções, e não o contrário.
17/03/2016 11:05 BRT
REUTERS/Paulo Whitaker

Este domingo não vai só fazer história. Vai fazer um povo.

Este domingo pode ser visto como uma oportunidade. oportunidade de ver, de novo, um país unido. Um povo desperto. Ver as pessoas paradas na rua, na porta da padaria, espiando a TV e puxando conversa com estranhos. Gritando de dentro dos carros. Batendo panelas e soltando fogos. E não é jogo da Copa. É entrevista coletiva da Polícia Federal.
12/03/2016 15:20 BRT
Reprodução/IMDB.com

Medicina, jazz e a busca pela excelência

Recentemente assisti a Whiplash e fiquei surpreso com quão relevante é esse filme para quem estuda e ensina medicina. O filme acompanha um baterista de jazz, estudante em prestigiado conservatório, e o professor que o submete a abusos e humilhações. É belíssimo e muito bem realizado, mas bastante polêmico.
09/03/2016 16:07 BRT