OPINIÃO

9 provas de que os desenhos atuais são muito mais modernos do que você imagina

07/11/2015 10:18 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Se desenho é coisa só para crianças, a gente pode ser otimista nas gerações futuras, porque o que essa galera anda assistindo na TV deixaria muitos pais conservadores preocupados. Atualmente, várias séries animadas voltadas ao público infantil vêm mostrando problemas e situações que numa novela da Globo, por exemplo, já seria digno de nota. Personagens principais gordos, mulheres líderes, famílias não convencionais e insinuações sexuais tem rolado nos episódios de desenhos do Cartoon Network.

Não é a primeira vez que animações tocam em assuntos polêmicos - os Simpsons estão fazendo isso há 26 anos e abriram espaço para séries como South Park, Uma Família da Pesada, Bob's Burguer e várias outras. Mas todas essas tem como público-alvo os adultos.

E, mesmo assim, também não é a primeira vez que isso ocorre na programação infantil: por mexer na estrutura familiar doméstica, a Peppa foi "acusada" (?) de ser feminista na Austrália; o desenho do Bob Esponja tratava muito bem de diversidade (de peixes, no caso) e foi vítima de conservadores cristãos nos EUA.

Mas, diferente de seus concorrentes diretos, o Cartoon Network frequentemente vem apostando em abordagens temáticas mais modernas de maneiras muito sutis, sem fazer alarde ou levantar bandeira em alguns casos. As situações estão ali e, possivelmente, são apreendidas pelo público infantil com muito mais naturalidade já que estão inseridas no climão divertido dos desenhos animados.

1. Protagonistas fora dos padrões

2015-11-05-1446767685-9026554-ClarencioeSteven.jpg

Os personagens principais de Clarêncio, O Otimista e Steven Universo fogem do visual que estamos acostumados a ver. Cada um no seu desenho, eles distorcem a idéia do herói clássico bonito e sempre preparado para o desenrolar da história, mas não chegam a ser os anti-heróis que estamos acostumados. Clarêncio tem o coração maior que o cérebro e, embora o desenho se passe "no mundo real", está sempre imaginando mil coisas diferentes numa situação... e quase sempre com o cofrinho de fora. Já Steven, que além de gordinho ainda tem o cabelo cacheado, precisa aprender a usar seus poderes para salvar o mundo, mas prefere ir na lanchonete tomar o sorvete de seu personagem preferido.

2. Mordecai e Rigby bebem e odeiam trabalhar

2015-11-05-1446767732-583007-Apenasumshow.jpg

Imagine dois beberrões que adoram jogar vídeo game, procrastinar e reclamar do chefe. Eu poderia estar falando de você e sua dupla no escritório, mas estou falando de Mordecai e Rigby de Apenas Um Show. Em vários momentos eles deixam claro que estão bebendo refrigerante, mesmo que a bebida altere o comportamento dos dois e seja consumida durante festas incríveis que dão no parque - o lugar que eles trabalham. Inclusive, no episódio Vídeo de Karaoke eles sobem cambaleando num palco e xingam o patrão ao som de We're not gonna take it. Claro que não se lembram de nada no dia seguinte.

3. Finn pega todas e se arrepende

2015-11-06-1446768040-1529141-FinnCarooGif.gif

No episódio Breezinha, da sexta temporada, Finn está numa bad bem pesada por terminar o namoro com a Princesa de Fogo e decide cair na farra depois que a Doutora Princesa receita que ele precisa se animar mais. Ele procura várias festas no Reino Doce e sai beijando todas as princesas que aceitam fazer isso, achando que dessa forma vai ficar mais feliz (relaxa, Finn, ninguém aqui pode te julgar por ter pensado isso). Mas aí a fase de pegação sai um pouco do controle e... bem... A edição do desenho e o diálogo cheio de duplo sentido (que, aliás, foi cortado da versão brasileira) dão a entender que Finn e Princesa Caroços transaram, mesmo com ele sem tanta vontade assim.

4. Heroínas mulheres

2015-11-06-1446768116-7532137-CrystalGems.jpg

Em 2013, Rebecca Sugar deixou a produção de Hora de Aventura para criar seu próprio show: Steven Universo. Lembra do desenho do protagonista gordinho? Se prepara que ela não deixou a representatividade parar aí. Sugar criou as Crystal Gems, que são guardiãs do universo vindas de outro planeta. O grupo é formado apenas por mulheres guerreiras, poderosas e porradeiras e, como são alienígenas, não precisam seguir padrões terráqueos. Um dos grandes méritos do desenho é explorar o conflito de liderança do trio principal de Gems, mostrando muito da personalidade delas.

5. Clarêncio mora com padrasto

2015-11-06-1446768184-7930457-ClarencioChado.jpg

A mãe de Clarêncio namora Chadão, um típico americano da linhagem de Homer Simpson (preguiçoso e não muito inteligente), mas com um agravante: é desempregado. Além de mostrar a mulher como chefe da casa, o desenho aborda também a boa relação que o menino tem com seu padrasto.

6. Na casa do Jorel mora todo mundo

2015-11-06-1446768275-5841351-IrmodoJorel.jpg

Sem essa de família formada com mãe, pai e dois filhos. Na animação brasileira Irmão do Jorel, o protagonista, que é o irmão mais novo do Jorel, mora com dois irmãos, o pai, a mãe, a avó paterna, a avó materna, dois cachorros e um ganso! O desenho, aliás, tem piadas engraçadíssimas e sacadas geniais (todos os policiais e militares usam fardas de palhaço, por exemplo). É uma criação do capixaba Juliano Enrico, ex-VJ da MTV, e apresenta "uma família disfuncional, simpática e esquisita na mesma dose", como escreveu o Judão.

7. Steven é criado pelas tias

2015-11-06-1446768390-4122882-Steveneastias.jpg

Na série, a mãe de Steven era uma das Gems mais poderosas, mas teve que se sacrificar para poder dar à luz o filho. Então ele é criado pelas Gems mais próximas de sua mãe, que na prática são uma espécie de tias do personagem. Garnet, Pérola e Ametista ensinam Steven a usar seus poderes herdados e são uma conexão com a lembrança de sua mãe, mas funcionam também como um contraponto alienígena no mundo terráqueo. O curioso dessa relação é que o pai de Steven é vivo e participa do desenho, mas mesmo assim ele vive com as amigas da mãe. No episódio Jantar em Família a série expõe as diferenças culturais das estruturas familiares quando os pais de Connie (namorada de Steven) querem conhecer os do protagonista.

8. Relacionamento lésbico

Rebecca Sugar parece ter feito todas as aulas do módulo "Representatividade em Desenhos Animados. Ainda falando de Steven Universo, ela criou o conceito das fusões das Gems - claro, fazendo uma referência à Dragon Ball Z. Mas aqui o lance de unir os corpos não funciona apenas para ficarem mais fortes - uma das interpretações é que se trata de sexo também. No caso da personagem Garnet, uma das principais da série, duas Gems se uniram por amor. Tanto que essa fusão é uma das surpresas do desenho (o que torna esse tópico um spoiler, né... Desculpa), revelado só no decorrer da temporada. Depois que fica sabendo disso, Steven fala que "Garnet não está num relacionamento, ela é um relacionamento" por causa da fusão. É como se cada uma abrisse mão de sua individualidade para, juntas, formarem uma pessoa melhor. Sério, cara, isso é lindo.

9. Jeff tem duas mães

2015-11-06-1446770739-6812182-JeffGif.gif

Um dos principais personagens de Clarêncio é Jeff, amigo do protagonista e que tem duas mães. Sim, isso mesmo. Mas o mais legal nisso é a sutileza em que a questão foi colocada. O fato de Jeff ser criado por duas mulheres já está bem estabelecido para ele e seus amigos, mas ainda não havia sido apresentado ao espectador. Então, durante um flash back em Jeff Ganha, a edição mostra que o casal está com ele há muito tempo (ou desde sempre?), mesmo que o problema central do episódio não seja esse - na verdade, Jeff está ansioso com um concurso de culinária.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:



6 desenhos alternativos para bebês e crianças