OPINIÃO

4 vulcões e um roteiro de viagem inusitado

26/01/2017 18:46 -02 | Atualizado 26/01/2017 18:46 -02
Marco Simoni via Getty Images

Olá, Aventureiros! Já pensaram em "turistar" pelos vulcões do planeta?

Durante a Expedição Oriente, a mais recente volta ao mundo da Família Schurmann a bordo do veleiro Kat, acabamos seguindo um "roteiro paralelo", visitando alguns vulcões. Se vocês buscam por programas inusitados, experiências diferenciadas e muita aventura, confiram a lista que organizei para vocês!

Ilha Deception, Antártica

O primeiro vulcão que conhecemos durante a Expedição Oriente fica num dos lugares mais isolados e frios do mundo: Antártica. Para chegar lá, foram três dias de navegação do continente (América do Sul) à Ilha de Deception - uma das nossas primeiras paradas. A ilha é considerada um vulcão ativo e tem uma baía completamente fechada, sendo um dos pontos mais seguros para ancorar o barco na Antártica. Nessa baía gigante, não existem lojas ou pessoas. Só pinguins, focas, águas termais e montanhas! Seguindo nossa pauta de filmagens, tomamos um banho nas águas termais da Antártica. Acreditam?! Subimos as montanhas de neve e andamos lado a lado com os animais nativos.

2017-01-24-1485285156-9079334-postvulcoesAntartica.jpg

Vulcão Calbuco, Chile

Quando chegamos, o vulcão tinha acabado de ter uma erupção nível VEI 4. Foi incrível estar no momento certo, no tempo certo (a última vez que ele tinha entrado em erupção foi em 1972). Durante a nossa passagem, a quantidade de fumaça e cinzas afetou a aviação na região e algumas casas pequenas sofreram danos - o que lamentamos, claro. Como o Chile possui vários vulcões em seu território, eles aprenderam a viver ali e seguem todas as precauções necessárias para agirem com muita rapidez e eficiência em casos de erupção. Por isso, ninguém se machucou e pudemos observar o pessoal do exército ajudando os locais a retomarem a vida normal. Foi especial registar esses momentos de união entre o governo e as organizações que ajudavam as pessoas.

2017-01-24-1485285253-29760-postvulcoesChile.jpg

Krakatoa, Indonésia

Conhecido por uma das erupções mais fatais da História moderna, quando o Krakatoa entrou em erupção em 1833. Durante nossa visita ao vulcão, nos aproximamos curiosos (e com um pouco de medo). Por causa da previsão de vento e horários, tivemos apenas 24 horas para filmar tudo e ir embora. Foram momentos de descobertas e emoção! Pisamos em terra para conhecer o vulcão de perto e andamos por pedras cortantes e afiadas. Foi incrível estar ali, tão perto, e presente num local histórico.

2017-01-24-1485285470-4091308-postvulcoesKrakatoa1.jpg

2017-01-24-1485285535-9953516-postvulcoesKrakatoa2.jpg

Vulcão Piton de la Fournaise, Ilha Reunião

No Oceano Índico, pertinho da África do Sul, existe a Ilha Reunião, famosa pelas águas claras, montanhas lindas e vulcões ativos. Chegamos bem na hora do vulcão entrar em erupção! Incrível! Em todos os vulcões visitados até então, nunca tinha visto lava disparando no ar, como estava acontecendo naqueles dias. Com um acesso especial concedido pelo governo, conseguimos chegar bem perto da cratera do vulcão, junto com cientistas, para registrar a atividade. Chegamos a 20 metros da cratera. Estava quente? Muito! E meus sapatos estavam derretendo. Com máscaras para nos proteger dos gases emitidos, parecíamos astronautas que estavam na lua. Aproveitando cada minuto, ficamos horas ali na base do vulcão gravando tudo. E o mais incrível: quando fomos embora, a erupção tinha parado. Isso é que é chegar no momento certo!

2017-01-24-1485285604-2547184-postvulcoesIlhaReuniao.jpg

Abraços,

Emmanuel Schurmann

Ah! Confira o vídeo de que mostra um pouco da emoção de chegar bem perto do vulcão Piton de la Fournaise. Foi impressionante! Inesquecível!

*Este artigo é de autoria de colaboradores do HuffPost Brasil e não representam as ideias ou opiniões do veículo. Mundialmente, o Huffington Post é um espaço que tem como objetivo ampliar vozes e garantir a pluralidade do debate sobre temas importantes para a agenda pública. Se você deseja fazer parte dos blogueiros, entre em contato por meio de editor@brasilpost.com.br.

LEIA MAIS:

- 5 destinos para visitar em 2017!

- 5 coisas que acontecem quando você fica 30 dias, literalmente, no meio do oceano